CarrosNotícias

Análise GP do Japão de F1 – Temporada 2016

gettyimages-613488440

Com a faca e o queijo na mão. É assim que terminou Rosberg ao final do GP do Japão, graças à sua vitória e ao terceiro lugar de Hamilton, seu rival direto na luta pelo campeonato. Ao contrário da Malásia, aonde Hamilton sofreu com o azar de uma quebra de motor, dessa vez o resultado ruim foi obtido por uma falha sua durante a largada, que o fez cair para oitavo e perder de vez a chance de ameaçar a vitória de Rosberg, que coloca as mãos na taça de vez. Ponto para a Mercedes, que conquistou antecipadamente o Mundial de Construtores.

Em segundo chegou Verstappen, repetindo o resultado do GP anterior, dessa vez com uma atuação decisiva para o resultado do campeonato, visto que resistiu bravamente ao ataque de Hamilton no final, impedindo que o inglês conquistasse valiosos pontos na disputa com Rosberg. Ricciardo, por sua vez, ainda embebedado pelo shoey da Malásia, chegou apenas em sexto.

Vettel e Raikkonen chegaram em 4º e 5º lugares, com atuação consistente. O destaque positivo ficou com a Force India, que colocou seus carros em 7º e 8º lugares, ocupados por Perez e Hulkenberg, respectivamente. Atrás da equipe indiana veio a Williams, com Massa em 9º, beneficiado por uma estratégia de um pit stop e Bottas em 10º, sem brilho.

2016109252341_p-20161009-00730_hires-jpeg-24bit-rgb_ii

Grosjean, com a Haas, bateu na porta dos pontos e chegou em 11º, bem à frente de seu companheiro Gutierrez, que amargou o 20º lugar, à frente apenas dos fracos carros da MRT. Palmer até tentou mostrar um pouco de competitividade com a Renault, mas não chegou além do 12º lugar, duas posições à frente de seu companheiro Magnussen. Kvyat confirmou a má fase da STR ao chegar em 13º e Sainz, por sua vez, não conseguiu nada melhor do que um fraco 17º lugar.

Ericsson conseguiu finalizar a prova em 15º com a Sauber, muito à frente de Nasr, que terminou apenas em 19º. A McLaren não repetiu, na casa do motor Honda, o bom rendimento da Malásia, com Alonso em 16º e Button apenas em 18º. Ocon (21º) e Wehrlein (22º) fecharam o grid.

Conforme prometido em nossa primeira edição, segue a atualização do EST (Expectativa de Sucesso na Temporada).

Mercedes: EST 10 de 10 (Campeã)
RBR: EST 9,6 de 10 (+ 0,2)
Ferrari: EST 9,3 de 10 (+ 0,3)
Force India: EST 6,9 de 10 (+ 0,5)
Williams: EST 6,1 de 10 (+ 0,2)
McLaren: EST 5,0 de 10 (- 0,5)
STR: EST 4,1 de 10 (- 0,5)
Haas: EST 1,7 de 10 (+ 0,0)
Renault: EST 0,7 de 10 (+ 0,2)
Sauber: EST 0,2 de 10 (+ 0,1)
MRT: EST 0,1 de 10 (+ 0,0)

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo