NotíciasReportagens

Acessórios que não podem faltar no carro

Foto: Divulgação

Segurança é um dos principais pontos que preocupam o motorista. No entanto, muitos acessórios só são procurados no carro quando a necessidade bate à porta. Basta, por exemplo, pensar nos pneu estepe: neste momento, o seu está em ordem, pronto para ser usado para substituir algum outro?

Outros itens são primordiais para auxiliar ou até mesmo proteger o condutor. Afinal, não dá para vacilar com o que pode salvar sua vida, de seus familiares ou mesmo de um perrengue mais simples com o carro. Parece óbvio, por exemplo, que as pessoas usem ao cinto de segurança, não é?
Infelizmente, não é tão certo de que isso aconteça. Por mais que seja um item obrigatório no veículo e o motorista ainda corra riscos de, no mínimo ser multado (se nada mais grave acontecer), tem muita gente que não se preocupa.
Um bom exemplo do mal uso do cinto é colocar aquelas presilhas para que este fique um pouco mais folgado. Entretanto, o uso desse acessório (ainda que ele seja vendido até mesmo em muitos faróis), é extremamente prejudicial à função do cinto. Por quê?
Basta pensar que, ao deixar o cinto folgado para não apertar o motorista ou mesmo o passageiro, o mecanismo de travamento do equipamento pode não funcionar corretamente quando houver um impacto, por exemplo. Outro ponto é o uso pelos passageiros do banco de trás.
Em caso de uma colisão grave, por exemplo, as pessoas que estiverem no banco traseiro do veículo podem ser projetadas para frente, machucando ou até causando a morte de quem está nos bancos, muitas vezes com o cinto corretamente colocado.
Triângulo, estepe e outros acessórios
Muitos outros equipamentos também são ignorados por alguns motoristas. O triângulo, por exemplo, entra nesta lista fácil, fácil. E por que ele é indispensável? Se o seu carro quebrar, mesmo que seja longe de uma via movimentada, é necessário colocá-lo a uma distância de no mínimo 50 metros antes do local em que o veículo estiver estacionado. Só desta forma a sinalização estará correta e auxiliará ao motorista.

Outro item: o macaco para levantar o carro, para o caso de um pneu furado ou mesmo algum reparo rápido e verificação de problemas embaixo do carro. O que pouca gente sabe é que o macaco, mesmo o elétrico (conheça aqui) não é uma peça universal: o que serve para o seu carro, talvez não sirva para o de um amigo, por causa do lado de encaixe. Verifique ao menos uma vez se está tudo em ordem com o item para não ter surpresas desagradáveis na hora do desespero.

Extintor de incêndio é outro item fundamental para a segurança. No entanto, não pode ser qualquer um. A resolução 157 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) informa a obrigatoriedade do extintor ser com carga de pó ABC, pois somente este pode combater fogo em carpete, estofamento, borrachas, plásticos, em combustíveis líquidos, além de não provocar curto-circuito.

É importante saber como o extintor funciona e onde ele está localizado no carro. Fique de olho na validade, lacre de segurança e estado de seu extintor. Tudo deve estar certinho para evitar problemas nas horas de necessidade.

Não se esqueça da chave de roda, hein? E mantenha seu veículo sempre dentro da revisão, conforme o prazo estipulado no manual do carro. Existem lojas online que você encontra facilmente os acessórios citados acima sem precisar sair de casa, além de ofertas e cupons de descontos específicos para o carro (veja aqui), ou seja, não existe desculpa para evitar uma revisão manual.

Desta forma, basta dirigir com cuidado que tudo dará certo em seus caminhos.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo