NotíciasReportagens

7 cidades bike-friendly que servem de inspiração para São Paulo

Foto: Divulgação

A cidade de São Paulo, que acaba de ganhar 109,4 km de vias exclusivas para o deslocamento de ciclistas, deve implementar um total de 400 quilômetros de ciclovias até o final de 2015. Com esse incentivo ao uso da bicicleta, o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE), por meio da pesquisa Mobilidade Urbana, estima que cresceu 50% o número de pessoas que aderiram a pedalada e escolheram um entre os modelos de bicicletas urbanas e híbridas disponíveis no mercado.

São Paulo está oferecendo cada vez mais opções aos ciclistas, o que é ótimo para a saúde dos paulistanos que optam por um transporte como a bike e para o meio ambiente. Apesar disso, ainda faltam algumas mudanças e atitudes para estabelecer a maior cidade brasileira como uma cidade bike-friendly (amiga da bicicleta).

Enquanto em outras cidades automóveis, bikes e ônibus compartilham do trânsito de forma harmônica, em São Paulo ainda existe um certo conflito entre os diferentes tipos de transportes. Abaixo, veja 7 cidades bike-friendly ao redor do mundo que podem servir de inspiração para a São Paulo bike-friendly do futuro. Confira.

Amsterdã (Holanda)

De acordo com o The Copenhagenize Indez 2013 (índice que classifica as cidades segundo seus esforços para tornar a bicicleta um transporte mais viável), Amsterdã é a cidade mundial mais propícia ao uso da bicicleta. Graças à política municipal e nacional da Holanda que oferece infraestrutura e facilidades ao uso da bike, cerca de 40% dos deslocamentos na cidade são feitos com esse meio de transporte sustentável.

De acordo com dados da prefeitura de Amsterdã, circulam pela cidade mais de 550 mil bicicletas, sendo que 85% dos holandeses com mais de 12 anos possuem uma. A capital da Holanda tem a maior taxa de ciclistas por habitantes do mundo.

Copenhagen (Dinamarca)

Hoje, 32% dos moradores de Copenhagen vão trabalhar de bicicleta diariamente, além disso, a “cultura da bike” é tão forte nessa cidade que é possível alugar uma bicicleta de graça (basta depositar uma moeda na retirada da bicicleta que, na hora de devolvê-la, você recebe o mesmo valor de volta). A infraestrutura proporcionada pela capital da Dinamarca para andar de bike é, ao mesmo tempo, prática e rápida.

Sevilha (Espanha)

Uma transformação ágil teve início em 2006 e implantou 80 km de ciclovias em apenas um ano. Se Sevilha tinha em 2006 apenas 0,5% da população andando de bike, agora são 7% usufruindo desse transporte sustentável. A mudança pela qual a cidade passou é considerada modelo por ter sido rápida, intensa e positiva. Será que São Paulo vai ter essa adesão também?

Bordeaux (França)

Nos últimos cinco anos, Bordeaux investiu maciçamente no uso da bike. Ao contrário de algumas cidades, onde o uso da bicicleta foi reduzido, Bordeaux construiu ciclovias e ciclofaixas que estão fazendo da cidade francesa uma verdadeira líder quando o assunto é referente às cidades mais bike-friendly do mundo.

Berlim (Alemanha)

Pelo The Copenhagenize Index 2013, Berlim é considerada a oitava melhor cidade do mundo para andar de bicicleta. Não à toa, a porcentagem de pessoas que andam de bicicleta na capital da Alemanha é equivalente a 13%, um número considerado ótimo levando-se em consideração o tamanho de Berlim.

Antuérpia (Bélgica)

Mais de 16% do transporte da cidade é totalmente dedicado a bicicleta. Antuérpia é uma das cidades mais integradas do mundo em termos de infraestrutura, uma vez que provou que conseguiria construir um número suficiente de estações para comportar as tantas bikes usadas pelos cidadãos dessa cidade da Bélgica. Antuérpia é uma inspiração e tanto para cidades que desejam melhorar as condições para os usuários das magrelas.

Rio de Janeiro (Brasil)

Você sabia que o Rio é a 12ª melhor cidade do mundo para os ciclistas? Isso mesmo. Além disso, a única cidade brasileira inclusa na lista do The Copenhagenize Index conta com a maior malha de ciclovias do Brasil e a segunda maior da América Latina (perdendo apenas para Bogotá, Colômbia). Quem conhece a Cidade Maravilhosa sabe que andar de bike pelo Rio é uma verdadeira mania carioca.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo