CarrosNotícias

Jaguar XJR enfrenta “Jetman” em uma competição em Dubai

Picture Credit Anthony Cullen_AJC3787-Yves Rossy Jet Man and XJR

O “Jetman” Yves Rossy participou de sua primeira corrida contra um veículo ao enfrentar um Jaguar XJR conduzido pelo ex-piloto de Fórmula 1 Martin Brundle, numa competição única que se realizou no deserto do Dubai.

Brundle, que competiu na F1 na época de Ayrton Senna e agora trabalha como comentarista de uma TV inglesa, conduziu o novo Jaguar XJR com motor 5.0 V8 Supercharged de 550 CV, com carroceria produzida totalmente em alumínio. Já Rossy contou para a corrida com uma asa fixa de 2 metros impulsionada por quatro reatores JetCat.

Brundle consuziu o XJR por uma estrada particular, tendo sobre ele a performance do Jetman. A ação deu origem a um incrível curta metrage de 3 minutos que pode ser visto no link acima.

“Foi a corrida mais especial em que participei. Nunca tinha visto nada como a asa do Jetman, plena de tecnologia e inovação. Em complemento, creio que Yves é um homem extraordinariamente corajoso. E é também é um concorrente feroz”, comentou Brundle.

“O Jaguar XJR foi um grande competidor. A condução foi excecional: suave e sem esforço. Em complemento, a capacidade de resposta foi soberba nas manobras para evitar a areia acumulada na estrada. Para saber quem ganhou, deverá ver a curta-metragem…”, complementou o ex-piloto.

Na linha de largada, Brundle contou com a ajuda do novo All Surface Progress Control (ASPC) do XJ, um sistema de alta tecnologia que limita automaticamente as perdas de tração no veículo – de tração traseira – a baixa velocidade e na condução em piso de aderência reduzida, maximizando a tração em condições difíceis. Ao final, o modelo conseguiu atingir uma velocidade máxima de 280 km/h antes de cruzar a linha de chegada.

Picture Credit Anthony Cullen_AJC6033

Decorridos cinco segundos de queda livre após saltar de um helicóptero, Rossy conseguiu estabilizar seu equipamento e voar pelo céu sobre o veículo a uma velocidade máxima de 314 km/m.

Para Rossy, “enfrentar um ex-piloto de Fórmula 1 foi muito emocionante porque o nosso desempenho foi bastante similar. Uma corrida em linha reta pode parecer simples, mas não é. Em complemento, foi a primeira prova real da minha nova equipa e da minha técnica de voo em competição.”

“Da mesma forma que no Jaguar, utilizamos materiais leves e robustos para otimizar a performance, e motores a jato para propulsão. Enquanto o XJR disponibiliza essa performance graças à tecnologia e à aerodinâmica, no meu caso são os movimentos do meu corpo sob a asa que está ligada às minhas costas que me permitem voar assim”.

Ian Hoban, Diretor de produção do Jaguar XJ, afirmou: “o novo Jaguar XJ reafirma a sua posição de sedã de luxo mais dinâmico e distinto. Sua estrutura, produzida integralmente em alumínio, proporciona uma base leve e, ao mesmo tempo, muito sólida. Suas evoluções tecnológicas como a direção assistida elétrica e o All-Surface Progress Control permitem que o condutor tire o máximo que o veículo pode oferecer”.

“Efetivamente, o XJ dispõe de um conjunto de sistemas avançados de assistência ao condutor, que incluem o Controle de Velocidade de Cruzeiro Adaptativo, Assistência em Fila, Detector de Veículos em marca a ré, sensor de aproximação de veículos, Sistema de Câmeras Surround 360° e Park Assist nas posiçoões paralela e perpendicular.

Fonte: Imprensa Jaguar Land Rover

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo