CarrosNotícias
Tendência

Volkswagen T-Cross completa 1 ano no Brasil

O SUV inaugurou também novas experiências digitais, como o VW Connect e a Concessionária Digital

Neste período, a fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR) produziu mais de 80 mil unidades do T-Cross, sendo cerca de 50 mil unidades destinadas ao mercado brasileiro. São números excelentes, capazes de posicionar o T-Cross por vários meses como o SUV compacto mais vendido do País. O modelo também obteve excelente aceitação nos países da América Latina, somando quase 23 mil unidades na região.

A Volkswagen investiu R$ 2 bilhões para o desenvolvimento e produção do T-Cross, sendo R$ 600 milhões utilizados para o desenvolvimento, testes e validação do produto e R$ 1,4 bilhão para ampliação e modernização da fábrica em São José dos Pinhais (PR). A planta adota as inovações da Indústria 4.0, com diversos benefícios, como redução no tempo de ajuste das ferramentas, dimensionamento enxuto, redução de custos, fluxo logístico otimizado e novas tecnologias nos processos. O T-Cross é feito na Estratégia Modular MQB, que é o mais moderno conceito de produção do Grupo Volkswagen no mundo.

1º carro conectado da América Latina – Os veículos baseados na Estratégia Modular MQB proporcionam o que há de mais avançado em termos de design, inovação, alta performance e segurança. Esse avanço permite ao T-Cross oferecer benefícios de categorias superiores para o segmento de SUVs compactos. Um exemplo é o VW Connect, primeira plataforma digital que conecta as principais informações do veículo em um aplicativo. O T-Cross também inovou com o “Manual Cognitivo”, que utiliza o sistema IBM Watson para responder aos motoristas questões sobre o veículo, incluindo informações contidas no manual do carro. Tudo isso fez do T-Cross o primeiro carro conectado da América Latina.

O Brasil foi o primeiro mercado a implementar a Concessionária Digital Volkswagen, um conceito totalmente inovador de venda de automóveis. Equipadas com ferramentas digitais – como tela touch e óculos de realidade virtual -, elas proporcionam uma nova experiência do cliente com a Marca. Em linha com a Nova VW, o projeto é voltado a um novo perfil de consumidor, que busca tecnologia, sofisticação, design e conectividade. Com os óculos de realidade virtual, os clientes podem ‘entrar’ nos veículos do portfólio VW. Por meio de totens, os clientes pesquisam detalhes e diferenciais dos veículos, condições de compra e financiamento. Uma experiência totalmente nova e digital.

No T-Cross 2020/2020, a estrutura de oferta das versões 200 TSI, Comfortline 200 TSI e Highline 250 TSI ficou mais exuta e atratente. A maior parte dos itens passou a ser de série, e não mais opcionais. Essa redução de configurações e otimização de processos é uma meta da Volkswagen, para entregar versões cada vez mais completas para os clientes, sem abrir mão de itens de tecnologia, segurança, conforto e eficiência energética. O T-Cross Comfortline 200 TSI, por exemplo, passou a ser equipado de série com algumas exclusividades do segmento, como o painel digital (Active Info Display) de 10,25’’. Com isso, o T-Cross oferece uma relação custo-benefício ainda melhor.

Fonte: Volkswagen do Brasil

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo