CarrosNotícias

Na terra do tango, YPF mostra novos óleos Elaion

Enviado especial Arnaldo Moreira

A YPF, companhia de petróleo argentina, lançou, em Buenos Aires, a nova gama de lubrificantes automotivos de sua marca Elaion, criada especificamente para melhorar o funcionamento e a durabilidade dos novos motores cada vez mais modernos e rotativos e ainda atender às preocupações das montadoras de redução do consumo de combustível. Óleos fabricados com a tecnologia TAS, que a reduz o estresse dos componentes do motor, causado pelo altoatrito entre eles,estão à venda no Brasil.

A apresentação foi feita pelo presidente da YPF do Brasil, Ramiro Ferrari, que recepcionou eacompanhou o grupo de jornalistas brasileiros na visita às instalações da Refinaria YPF, em La Plata, localizada a 50 km de Buenos Aires.

A unidade, criada em 1920, éa 3ª maior da América Latina, detém 40% de marketshare em lubrificantes, mais de 1500 postos de combustível, na Argentina, e um faturamento de 17 bilhões de dólares ao ano. A sua planta de lubrificantes é a mais moderna da América Latina.

Ramiro Ferrari chamou a atenção para o fato mais importante que o consumidor deve ter conta na hora de comprar um óleo lubrificante para seu veículo, é sua homologação que garante a qualidade do produto.

Cada motor usa um tipo de óleo diferente e a linha Elaion, lembra Ramiro, oferece os tipos de óleo adequados para motores antigos, os a biodiesel, os aspirados e turbo-alimentados e os a GNV “e essa é a grande meta da YPF, dar a certeza ao consumidor de que o motor de seu carro está devidamente protegido”.

Ramiro ressalta que a qualidade dos óleos é reconhecida por grandes montadoras. “Temos contratos de fornecimento com a Ford, a Volkswagen, GM e Scania, que reconhecem o alto padrão dos óleos Elaion”, frisou.

O executivo da YPF explicou que a refinaria de La Plata é a única no mundo com dutos autolimpantes, o que evita a mistura dos diversos tipos de lubrificantes que passam pelos dutos para serem embalados.

A YPF investe fortemente no controle de qualidade, no seu laboratório dotado com modernos equipamentos que realizam testes em todos os lotes de óleos embalados, o que para Ramiro Ferrari é outra garantia de excelência do padrão da marca Elaion.

Entre a gama de lubrificantes sete tipos são 100% sintéticos, destacando-se o Elaion F50 5W-40 e o F50 Plus 5W-40, usados pela VW nos carros fabricados na Argentina no primeiro enchimento do motor, enquanto a Ford recomenda o tipo F50E 5W-30 e a GM os óleos F50 d1 0W-20 e o Fd1 5W-30. Dois outros tipos são semissintéticos e mais dois 100% minerais.

O unidade de lubrificantes de La Plata que fabrica 95% da produção da YPF, opera 60 mil toneladas de bases para fabricação de óleos e 29 tipos de tintas automotivas e outras. Os restantes 5% saem das outras unidades, na Patagônia e Mendonza. A petroleira tem um faturamento anual de US$ 180 milhões. Dos lubrificantes vendidos na unidade da YPF do Brasil, 98% são fabricados no País e só 2% são importados da Argentina.

*Viagem  a convite da YPF

 

 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo