CarrosNotícias
Tendência

Renault Sport: a paixão pelos carros de produção em série de alta performance

Revisitando os modelos emblemáticos da gama Renault Sport, o piloto de testes Laurent Hurgon fala sobre esta paixão pela performance que move todas as equipes de Les Ulis, que agora estão dedicadas à aventura Alpine

“Eu me considero uma pessoa de sorte por ter desenvolvido minha carreira durante todos esses anos na Renault Sport. Este é o sonho de muitos amantes do automobilismo esportivo: fazer o que eu faço, tendo a missão de desenvolver veículos de produção em série de alta performance”. Laurent Hurgon, piloto de testes e desenvolvimento na Renault Sport / Alpine Cars

Um Spider atípico para começar

O nome Renault Sport conseguiu personificar a ousadia da engenharia automotiva e as estratégias de design thinking que estavam por trás de sua visão quando o primeiríssimo modelo foi lançado para ostentar esta grife. Motivada pelo sucesso alcançado pelo Clio Williams, a Renault Sport desenvolveu o projeto “W94”, que pegou o público de surpresa durante a apresentação na edição 1995 do Salão do Automóvel de Genebra. Como um objeto rodante absolutamente atípico, o Spider Renault Sport deu o que falar.

Com um chassi de alumínio e motor em posição central traseira, o roadster de dois lugares fabricado em Dieppe, nas oficinas da Alpine (1995 a 1999), era quase um manifesto.

Primeiro modelo de produção em série com a assinatura Renault Sport, o Spider marcou a história dos veículos esportivos da marca.

Expertise cobiçada

O tom tinha sido dado e foi replicado em vários modelos baseados na mesma estratégia – a paixão pela performance e o prazer de dirigir. A partir do ano 2000, o Clio R.S. (baseado no Clio 2) se encarregou de materializar esta filosofia, oferecendo performances superiores às do Clio Williams, com um visual bastante discreto. As gerações 3 e 4 do Clio também tiveram direito a uma versão Renault Sport, mas aquele que ainda se mantém na memória de todos é certamente é o Clio V6, lançado no mesmo ano que o Clio 2 R.S. Com seu motor de 230 cavalos em posição central traseira e caixas de rodas avantajadas, ele seduzia encarnando o espírito da Renault Sport de forma impactante e espetacular! O ‘enfant terrible’ se tornou modelo de coleção, com preço que pode chegar atualmente a 100 mil euros!

Com caixas de rodas avantajadas e motor de 230 cavalos em posição central traseira, o Clio V6 é hoje um modelo de coleção bastante procurado.

As equipes da Renault Sport baseadas em Les Ulis, no sudoeste da região metropolitana de Paris, se dedicaram ao projeto do Megane com a mesma paixão e busca pela performance. Responsável pelo desenvolvimento de diferentes versões do Megane com a assinatura Renault Sport, Laurent Hurgon revela alguns segredos por trás do sucesso da Renault Sport Cars: “Como a Renault Sport tinha uma enorme experiência em competições, adaptamos as lições aprendidas nos circuitos e ralis para os carros de produção em série. Por exemplo, o batente hidráulico de compressão visto pela primeira vez no Clio 2 R.S. é uma solução originada em nossa experiência em ralis”.

Do Spider ao Megane 3 R.S., a gama Renault Sport foi ampliada rapidamente.

Outro desenvolvimento tecnológico marcou nosso piloto de testes: a tração nas quatro rodas. “Quando dirigi um carro com esta tecnologia pela primeira vez, era como se eu estivesse novamente dirigindo pela primeira vez! Foi uma verdadeira revolução que beneficiou todos os modelos Megane R.S.”. Entre eles, o radical R26R: “Para nós, este carro marcou uma nova era. As especificações de desenvolvimento eram claras: desenvolver um Megane 2 R.S. como se fosse um carro de competição! Por isso, eliminamos o banco traseiro, instalamos janelas de acrílico, sistema de escape de titânio, capô de carbono, etc.”.

Recordes que falam por si

Esta máquina foi em parte desenvolvida na mítica curva norte (“Nordschleife”) do não menos famoso circuito alemão Nürburgring, que conta com 73 curvas. “Este circuito é absolutamente incrível para fazer desenvolvimentos. Ele tem todo tipo de curva, desde lenta e média até super-rápida. Ele exige muito do carro, dos eixos aos elementos da carroceria. Tudo é levado ao extremo! Fizemos vários testes de resistência por lá e batemos alguns recordes na categoria com tração dianteira”!

O Megane R26R foi o primeiro carro a receber a assinatura Renault Sport e bater um recorde no circuito de Nürburgring.

O primeiro recorde foi marcado em 2008 por Vincent Bayle ao volante do R26R. Depois dele, Laurent Hurgon bateu outros três: em 2011 com o Megane 3 Trophy, 2014 com o Megane 3 Trophy-R e 2019, com o Megane 4 Trophy-R. “Essa foi uma aventura excepcional, devido à simbiose das equipes. Todo mundo estava trabalhando por um objetivo comum, e eu tive a chance incrível de ser o último elo desta cadeia. Tenho um grande orgulho de ter participado disso. Foi um privilégio que jamais esquecerei”. Outros recordes se seguiram em pistas igualmente lendárias, como Spa ou Suzuka.

Em suas missões ao volante de diferentes versões do Megane, Laurent Hurgon estabeleceu uma relação muito próxima com dois deles. “O R26R e o Megane 4 Trophy-R. Foi ele que me deu mais trabalho! Definimos um patamar realmente alto em termos de performance e por isso o desenvolvimento nos mobilizou ao máximo. Quando tentamos o recorde em Nürburgring, este foi o único modelo que me fez dar uma segunda volta na pista”.

Laurent Hurgon ao volante do Megane 4 R.S. Trophy-R.

Em 1º de maio de 2021, a Renault Sport Cars passou a se chamar Alpine Cars. Agora, o Megane R.S. Ultime é a última obra-prima a receber o selo R.S. Revelado em janeiro de 2023, o modelo oferece todo o know-how da Renault Sport, principalmente o eixo dianteiro com pivôs independentes, chassi Cup rebaixado, batentes hidráulicos de compressão e o sistema 4CONTROL com tração nas quatro rodas. Apenas 1976 unidades numeradas serão comercializadas, número que remete ao ano de criação da Renault Sport. Todos assinados por… Laurent Hurgon.

Laurent Hurgon colocou seu nome em cada uma das 1976 unidades do Megane R.S. Ultime

Apesar de o Megane R.S. Ultime concluir uma história memorável, não se engane. Todo o know-how desenvolvido pela Renault Sport será mantido e, agora, está totalmente concentrado nos futuros modelos da gama Alpine! Mas essa é outra história…

Fonte: Sala de Imprensa | Renault do Brasil

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo