LançamentosNotícias

Lançamento – Honda Civic 2012

Fotos: Marcus Lauria e Divulgação / Civic EXS 2012

A Honda quer realmente conquistar ainda mais o seus admiradores no Brasil. A marca japonesa apresentou essa semana, na Fazenda Capuava, em Indaiatuba (SP), a 9ª geração do Civic, que chega em janeiro de 2012. O Civic tem muita história no Brasil, foi o primeiro carro importado pela marca para o país, em 1992 (à época, estava em sua quinta geração), e, cinco anos mais tarde, estreou a fábrica localizada em Sumaré (SP). A versão 2012 nacional tem como característica as exigências do consumidor Brasileiro aplicadas na carroceria, estrutura e itens de série e opcionais, com alguns detalhes só encontradas em nosso país.

Roda aro 16 da versão EXS

Apesar de manter o mesmo DNA da marca, a 9ª geração do Civic tem características próprias que o distingue da geração anterior. Com uma mistura de linhas limpas e esportivas, o modelo chama bastante atenção, para isso, basta observar as novidades, como por exemplo o capô, que ficou maior e ganhou vincos nas extremidades. Já a grade dianteira cromada foi projetada para frente e ficou mais espessa e com vincos acentuados.

O para-choque dianteiro ficou mais robusto com a parte inferior projetada à frente e as grandes tomadas de ar do tipo colméia, que fazem conjunto com os faróis, mais finos e sobressalentes, com multirrefletores. O farol baixo possui projetores do tipo canhão, esses, por sua vez, nas versões LXL e EXS têm a função de acendimento automático, que, quando o seletor estiver na posição “Auto”, os aciona assim que o sensor crepuscular, localizado na parte superior do painel. Enquanto que os faróis de neblina com molduras cromadas, são de série na versão EXS e exclusivos dos modelos vendidos aqui.

Roda aro 16 das versões LXS e LXL

Visto de lateral, o novo Civic ganhou novos vincos, que se dividem entre a base inferior e o meio das postas, transmitindo uma imagem mais “musculosa” do sedan. A parte traseira, totalmente nova ganhou um para-choque mais envolvente com seu formato robusto de grandes dimensões. Enquanto que as lanternas traseiras têm design único que invadem as laterais da carroceria e um exclusivo extensor montado na tampa do porta-malas, esse tem um pequeno ressalto que imita um aerofólio.

Detalhes podem passar despercebidos, por mais que você seja observador, e o novo Civic tem muitos, como os vidros das portas dianteiras, que ganharam novo desenho e ficaram maiores, reduzindo os pontos cegos, enquanto que as portas traseiras maiores, para facilitar a entrada e a saída dos ocupantes. Ainda na parte externa, as rodas de 16 polegadas ganharam um novo desenho, distintos para as versões LXS e LXL, que vem pintado na cor prata e para a topo de linha EXS o desenho e a superfície possuem acabamento diferenciado, diamantado.

A versão EXS também se destaca pelas maçanetas cromadas e o teto solar de série, enquanto que nas outras duas versões as maçanetas são na cor da carroceria. O teto solar tem acionamento elétrico, feito por um botão junto à iluminação dianteira. A abertura e o fechamento do teto podem ser feitos à distância por meio do controle remoto na chave. Assim como as janelas, o teto-solar possui a função de anti-esmagamento.

Maior e mais espaçoso, o Civic 2012 passou de 4.48 m para 4.52 m de comprimento, enquanto que o entre-eixos diminuiu 3 mm. O tanque de combustível passou de 50 para 57 litros, comparado a geração anterior dando mais autonomia ao modelo. Já a principal reclamação dos consumidores da geração anterior ganhou mais espaço, o porta-malas ficou maior, agora tem 449 litros, ficando com 109 litros a mais que a geração anterior, sem comprometer o espaço dos ocupantes, que pode ser acessado pelo botão na chave em todas as versões ou pela alavanca no interior do veículo. Outro motivo que ajudou a deixar o espaço maior foi o estepe, que diminuiu, e utiliza o conceito de “pneu temporário” com dimensão bem menor: T135/80/D15, que facilita a troca, tornando-o mais leve.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2 3Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. O que achei, os principais pontos:
    Positivos:
    – Computador de bordo
    – Mudanças no câmbio
    – Mudanças na suspensão
    – Teto solar
    – Modo econodrive.

    Negativos:
    – Design exterior
    – O Dvd player e o controle de Ar digital de péssimo acabamento. O conjunto é infinitamente inferior ao Ar digital original anterior, e o DVD after market.

  2. Pontos positivos:
    Central multimidia
    Computador de bordo
    mudanças no cambio
    modo econodrive
    teto solar
    suspensao
    o interior no geral ficou mais bonito.
    farois com projetor.

    Pontos negativos:
    Visual da dianteira ficou feio. Lembra muito o city.
    Ar condicionado digital horroroso e nada intuitivo, me lembra os controles do Tempra Ouro.
    Volante do anterior era bem mais bonito.
    Farois não serem de Xenon.
    Ausencia de GPS
    Rodas muito feias.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo