LançamentosNotícias

Lançamento: Chrysler Town & Country 2012

Fotos: Marcus Lauria

A Chrysler mantém a tradição no que diz respeito as suas minivans, principalmente a Town & Country, modelo que chega renovado em sua linha 2011 ao Brasil. Além de novidades na carroceria e interior, a minivan norte-americana também ganhou um novo motor, ainda mais potente e econômico. Foram inseridos mais de 40 itens de segurança e tecnologia, tudo para cuidar bem da sua família em viagens ou passeios.

A Town & Country foi lançada em 1983 nos Estados Unidos e criou um novo conceito para transportar famílias maiores, com os modelos Dodge Caravan e Plymouth Voyager, já Town & Country, foi lançada em 1989 e é considerada a primeira minivan de luxo da marca. No Brasil, chegou em 1995, na versão LE e em 1996 com o modelo Grand Caravan.

Durante a coletiva de imprensa, em São Paulo, foram informados os números de vendas do Grupo (que incluem todos os modelos importados para o Brasil das marcas Chrysler, Jeep, Dodge e RAM), que atualmente pertence ao Grupo Fiat. Em 2010 foram vendidas 2.285 unidades e de janeiro a junho deste ano 2.834 unidades, um crescimento de 24% em relação ao mesmo período do ano passado.

No que se refere ao modelo apresentado, somente nos Estados Unidos, foram comercializadas 84.511 Town & Country em 2009, contra 112.275 em 2010, um aumento de 35% nas vendas totais. Para este ano a marca estima vender cerca de 5.500 carros e em 2012, sendo 10 mil unidades da minivan.

Estas estimativas de vendas não devem fugir muito do esperado pela montadora para esse ano, a Town & Country manteve suas características nessa nova versão e mostrou fôlego para continuar conquistando os seus clientes fiéis. A minivan familiar chama a atenção, principalmente pelo seu tamanho imponente e suas formas quadradas, basta ver os números, a Town & Country  tem 5,14 metros de comprimento, 1,75 de altura, 2 metros de largura e 3,08 de entre-eixos.

O seu tamanho é proporcional aos recursos oferecidos nessa versão única vendida no Brasil, a Limited. A minivan trás itens de série na área de segurança como airbags instalados nos bancos dianteiros, dianteiros de duplo estágios, laterais tipo cortina para as três fileiras do assento, ESP com assistência de frenagem e controle de tração em todas as velocidades, limpadores de pára-brisa sensíveis a chuva, sistema de auxílio traseiro para estacionamento Park Sense e câmera de ré Park View.

Por fora um bom observador vai notar nitidamente as diferenças aplicas nessa versão 2011, como a nova grade dianteira cromada, inspirada no sedan 300C, seguindo o novo DNA da marca, e que mostra pela primeira vez incorpora o novo logotipo Chrysler, com novas asas. Além de um novo capô e faróis de neblina com lentes bifocal e novos pára-choques (dianteiro e traseiro). O vidro da tampa traseira agora é curvado e foi adicionado um novo aerofólio da cor do veículo no teto. Para dar mais requinte foi aplicado uma guarnição cromada na tampa do porá-malas, uma barra de luz traseira e lanternas de LED. O visual é completado por um friso cromado, que se estende por todo o comprimento do veículo e as novas rodas de 17 polegadas.

Se na parte externa a qualidade de construção da minivan é percebida logo ao primeiro olhar, a parte interna segue o mesmo padrão. O interior foi totalmente reformulado e construindo com materiais de alta qualidade e agradáveis ao toque, como plásticos sem rebarbas e muito couro nos bancos, painel e forros das portas. O Town & Country também oferece muitas facilidades de utilização em seu interior, como o sistema Stow’n Go, que permite dobrar os bancos com um único toque, deixando o trabalho pesado de lado e a tecnologia Unconnect, que oferece uma tela sensível ao toque no centro do painel e comando de voz para controle de mídia, navegação e telefone viva-voz.

A versão 2011 tem agora um novo painel de instrumentos com visual mais moderno e intuitivo, com marcadores maiores e redesenhados, tudo para facilitar a leitura das informações. Foi adicionado ao interior um novo console central, maior e com mais espaço para guardar pequenas coisas como CDs. DVDs entre outros. O painel de peça única ganhou ainda um novo volante (agora aquecido) com comandos integrados, como o controle de velocidade e do sistema de áudio. Curioso mesmo é a posição da alavanca de cambio com detalhes cromados, que fica posicionado no lado direito do volante, que apesar de diferente é de fácil manuseio.

A minivan norte-americana abusa da parafernália elétrica e aproveita essa tecnologia para facilitar o trabalho de quem conduz o modelo e tem que carregar uma família grande. Como vidros elétricos nas duas portas dianteiras e nos enormes vidros das portas laterais da segunda fileira, assim como os basculantes da última coluna e tampa do porta-malas, tudo feito com apenas um toque do botão nas portas ou da chave. Além de muito conforto para todos os ocupantes, que podem utilizar todo o espaço interno da melhor forma possível, sem aperto. Para deixar o ambiente ainda mais confortável, a Chrysler oferece vários mimos, como assentos em couro com aquecimento para a primeira e segunda fileira, uma lanterna removível, luzes de leitura de LED direcionáveis, bancos da última fileira com rebatimento elétrico entre outros. Segundo a montadora, é possível fazer 140 combinações diferentes dos bancos.

A Chrysler não se preocupou apenas com a aparência, mas também com a parte mecânica, visando à melhor convivência com o carro na estrada. Para isso revisou alguns itens importantes para deixar o motorista e passageiro mais à vontade. É o caso da nova suspensão, que foi reformulada pela engenharia da Chrysler, para melhorar a utilização no dia-a-dia, como em manobras de emergência, em frenagens mais bruscas, além de deixar o interior do veículo mais silencioso.

O conjunto ficou mais ajustado com a escolha de novos pneus, dando mais aderência nas curvas e retas. Sob o capo, um novo motor Pentastar V6 de 3.6 litros que desenvolve 283 cv de potencia, 86 cv a mais que o antigo V6 de 3.8 litros. O torque máximo agora é de 353 Nm. O propulsor trabalha em conjunto com um câmbio automático de seis velocidades (62TE). Em testes de homologação no Brasil, foi registrada uma média de economia de combustível de 6,5 Km/l na cidade e 9,5 Km/l na estrada, que foram amenizados com a substituição dos pneus, que possuem resistência de rodagem mais baixa e redução na pinça de freio e rolamento traseiro.

A Chrysler Town & Country é produzida na fábrica de Windsor, Ontaro, Canadá e chega ao Brasil na versão Limited ao preço fixo de R$ 173.800 sem itens opcionais, apenas são oferecidas oito opções de cores, ao gosto do cliente e um ano de garantia total. Seus principais concorrentes são o Citroën C4 Gand Picasso e o Kia Carnival. A marca confirmou que deve trazer até o final do ano uma versão mais barata e com menos equipamentos, como a retirada do farol de xênon entre outros. No Brasil existem 30 revendas espalhadas pelas principais capitais.

CONTINUA NA PÁGINA2

1 2 3Próxima página
Etiquetas

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo