CarrosNotícias

Coluna #Trânsito e Vidas por Mario Divo

O carro do futuro!

O ser humano tem incrível devoção por querer antecipar-se ao futuro, identificando tendências, caminhos, oportunidades e novos hábitos de vida que podem fazer parte de nosso cotidiano, em algum momento à frente. E não seria diferente com relação a uma de suas paixões, que é o automóvel. Pois vamos agora resumir duas pesquisas recentes que podem orientar o consumidor e matar essa curiosidade sobre o “carro do futuro”.

No último Salão do Automóvel 2016, de 10 a 20/11, em São Paulo, o Instituto IPSOS perguntou a cerca de 300 pessoas que item será o mais valorizado no carro do futuro. Os veículos elétricos mostraram-se a escolha preferencial, com 40%. Em seguida, apareceu o quesito economia, com 30%. A conectividade, que permite o acesso à internet, ou a tecnologia embarcada, que permite circular sem motorista, ambos somaram juntos 25%. Os menos citados foram relacionados ao veículo compacto para duas pessoas (2%).

Ao redor de 10% dos entrevistados acenou que a independência (carros autônomos) será absolutamente uma fonte de desejo de consumo, em futuro próximo. Você provavelmente já ouviu falar nos carros autônomos, aqueles que dispensam a ação do motorista. Alguns modelos já estão sendo testados em pistas e ruas ao redor do mundo, mas, afinal, quando essa revolução vai acontecer e como isso vai impactar a vida das pessoas?

A base para este novo modelo de mobilidade está na Internet mais abrangente, que permite conectar não só eletrodomésticos e câmeras de segurança, mas também os automóveis do futuro. O resultado disso é uma rede de dados precisos, retroalimentada pelos próprios carros, que poderão informar uns aos outros sobre as condições do trânsito, possíveis perigos nas pistas, acidentes, construções nas vias e condições climáticas adversas – tudo em tempo real e sem qualquer intervenção do motorista.

A sinergia entre conectividade e os sensores dos veículos poderá fornecer serviços inteligentes de mobilidade, tais como tráfego em tempo real, informações meteorológicas e locais para estacionamento nas ruas, conduzindo os veículos autônomos com alta precisão e com capacidade de mapeamento em tempo real. Pois como se pode perceber, isso já nem é mais futuro; mas uma realidade que vai crescendo em nossas vidas.

Mario Divo é o Diretor Institucional do ACBr – Automóvel Clube Brasileiro e também é o Clube Correspondente da FIA – Federação Internacional do Automóvel

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo