CarrosNotícias

Coluna Mecânica Online Nº 03 — Por Tarcisio Dias

Foto: Divulgação

Materiais alternativos

O resultado de muitas pesquisas e desenvolvimentos podem ser observados quando a linha de produção começa a empregar novos materiais na produção do automóvel. Quem poderia imaginar que a celulose, cana-de-açúcar, dente-de-leão, milho, fibra de coco e até dinheiro reciclado, teriam uma nova funcionalidade?  Na linha de produtos globais desenvolvidos pela Ford, o Novo Fusion, por exemplo, vai usar o equivalente a duas calças jeans transformadas em material isolante para atenuar os ruídos da pista, do vento e do motor.

Atualmente, todos os carros produzidos pela Ford na América do Sul utilizam de 5 a 7 kg de PET reciclado na forma de carpetes, forro de teto, caixas de roda e mantas de forração acústica. O painel dos novos caminhões Cargo é feito com fibra natural de sisal.

Na América do Norte, todos os carros da Ford trazem bancos feitos com espuma à base de soja. O Focus Electric usa materiais à base de fibra de madeira nas portas e garrafas plásticas recicladas no tecido dos bancos. O Flex utiliza palha de trigo nos porta-objetos. Já o Taurus SHO aplica um tipo de camurça feita com fios 100% reciclados.

Ideias até pouco tempo consideradas fantasiosas, como o aproveitamento de papel moeda reciclado e fibra de coco, hoje são vistas como opções atraentes de negócio. No começo dos anos 2000, quando a Ford começou a investir forte na pesquisa de materiais sustentáveis, o petróleo era farto e relativamente barato, a US$16,65 o barril. Este ano, seu preço chegou a US$109,77.

Outro atrativo dos novos materiais pesquisados é a abundância. Como exemplo, cerca de 3,5 a 4,5 toneladas de papel moeda são retiradas diariamente de circulação nos Estados Unidos, material que acaba transformado em tijolos, queimado ou destinado a aterros.

A Ford tem uma longa história no desenvolvimento de tecnologias sustentáveis, porque é a coisa certa a fazer do ponto de vista ambiental“, diz John Viera, diretor global de Sustentabilidade da Ford. “Agora, com o aumento crescente do preço do petróleo e dos materiais tradicionais, encontrar fontes alternativas de materiais tornou-se imperativo. O uso de papel moeda tirado de circulação é um bom exemplo do tipo de pesquisa que estamos fazendo.”

 

Mecânica Online – News

Depois da Fiat, Pernambuco ganha uma fábrica de caminhões. A Metro-Schacman, importadora de caminhões chineses fabricados pela Shaanxi Heavy Duty, escolheu Pernambuco para erguer a primeira fábrica da marca no Brasil. O terreno foi escolhido na região do Semiárido. O complexo produzirá motores e transmissões da marca Weihai e ainda caminhões e ônibus chineses, além de equipamentos para construção civil.

Com a recente confirmação do lançamento do A1 quattro® no Brasil, a Audi passa oferecer a tração permanente quattro® integral para todos os modelos de sua linha de produtos: do compacto Premium de entrada A1 ao super esportivo R8.

Começa hoje e vai até o dia 04 de maio a 19ª Agrishow – Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação – A maior feira de agronegócios da América do Sul, que acontece em Ribeirão Preto (SP). Entre as mais de 780 marcas confirmadas, presença da Volkswagen, Chevrolet, Ford, Fiat, Toyota e Honda. Ótima oportunidade para conhecer de perto modelos como a Amarok automática,  Nova S10, Nova Ranger (que chega por aqui em junho), linha Adventure da Fiat, nova motorização a diesel da linha Hilux e SW4 e os produtos de força, motocicletas e automóveis da Honda.

Marcos Fermanian, representante da Honda, foi eleito presidente da Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares –comandará a entidade pelo próximo biênio, de 2012 a 2014.

 

Contatos do autor:  Tarcisio Dias – Profissional e Técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecatrônico e Radialista, é gerente de conteúdo do Portal Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) e desenvolve a Coleção AutoMecânica. E-mail: [email protected]

 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo