AvaliaçõesCarrosNotíciasToyotavideos

Avaliação – Toyota Corolla Cross 2.0 XRE CVT 2022

SUV é produzido na planta de Sorocaba (SP), que recebeu investimento de R$ 1 bilhão

Fotos Marcus Lauria

A marca “queridinha do Brasil” lançou recentemente o novo Corolla Cross, o SUV compacto que chega para tentar desbancar os líderes do mercado apostando em sua confiabilidade entre os consumidores e a fama de “inquebrável”. Com isso a marca japonesa inaugurando uma nova etapa na sua história em um dos segmentos que mais cresce globalmente e também no Brasil. Para esse lançamento, a Toyota investiu R$ 1 bilhão em sua unidade fabril de Sorocaba, inaugurada em 2012 e onde já produz os modelos Yaris e Etios.

CONFIRA O VÍDEO: https://youtu.be/XYd-yKdGcxs

O nome Corolla já existe a mais de 50 anos e no Brasil o sedan da marca é veículo mais vendido do mundo e líder de sua categoria há seis anos no por aqui. De acordo com a Toyota, para criar o Corolla Cross, o engenheiro-chefe, Daizo Kameyama, fez questão de manter a essência do Corolla, ou seja, garantir que seja um veículo que atenda às necessidades dos clientes: “Queria um carro que fosse bom do ponto de vista do consumidor e não apenas do ponto de vista da engenharia. Isso porque acredito que todos devemos nos colocar no lugar do cliente para fazer um bom produto”.

Disponível em quatro versões diferentes e duas motorizações chegou para a nossa redação a versão XRE com motor 2.0 Flex (ainda existem as versões XR com motor flex e as híbridas XRV Hybrid e XRX Hybrid), para um teste mais dinâmico de uma semana. O Corolla Cross é mais um modelo do grupo Toyota construído sobre a plataforma GA-C (Global Architecture – Compact), a mesma do Corolla sedã, do Prius e do crossover Lexus UX250h, vendidos no mercado brasileiro.

Por fora seu design tem características próprias e mostra uma certa autenticidade em relação aos outros SUV do segmento. O Corolla Cross quando visto de frente revela uma grade trapezoidal dupla em destaque, a grade superior, pintada em cinza escuro e em formato de colmeia, ao melhor estilo Lexus, acomoda a logomarca Toyota. Já a grade inferior em plástico preto garante um estilo off-road e conta com os faróis de neblina em LED para todas as versões. O para-choque possui grandes vincos, onde repousam os faróis de LED em formato horizontal, que partem desde a lateral do veículo até encontrarem a grade superior dianteira. Toda a linha conta com luzes diurnas, o Daytime Running Lights – DRL.

Quando visto de lado, a linha de cintura é formada por um eixo proeminente que percorre o carro da frente até a traseira. Destacam-se as maçanetas externas na cor do veículo enquanto o acabamento em plástico preto segue toda a lateral do veículo até a traseira, inclusive envolvendo as rodas. Já o rack de teto longitudinal garante a possibilidade de colocar mais bagagem no SUV.

Já na traseira os para-lamas seguem o perfil robusto e de formato tridimensional dos para-choques dianteiros e as lanternas seguem o estilo horizontal, “abraçando” o veículo desde a lateral. Destaques para a parte central da traseira, onde se encontra a abertura da tampa do porta-malas, com a inscrição Corolla Cross e o spoiler traseiro, a marca fica devendo um acabamento melhor para a saída do escapamento que é bem aparente. E para finalizar a parte externa o Corolla Cross avaliado possui rodas de liga leve de 18” com acabamento na cor cinza escuro e diamantada com pneus 225/50 R18.

Por dentro o Corolla Cross oferece o mesmo acabamento já conhecido do Corolla sedan, com pequenas diferenças. No SUV, todo o acabamento é disposto horizontalmente até se conectar com as portas. O console central também tem espessura mais grossa e é sustentado por duas hastes nas extremidades com acabamento na cor prata. Além disso, os puxadores internos das portas têm um design flutuante. Além das maçanetas internas das portas e os difusores de ar no painel central que possuem acabamento na cor prata. Na versão avaliada XRE os bancos contam exclusivamente com partes revestidas de couro e material sintético preto. O volante de três raios com controles de áudio e computador de bordo tem acabamento em couro e ainda conta com aletas para trocas de marcha (paddle shift). O conforto à bordo é aproveitado por todos, tanto para quem anda na frente tanto para quem vai atrás, os bancos são macios e não cansam o motorista e nem os passageiros mesmo em percursos mais longos.

Ainda por dentro é possível encontrar muitos porta-copos e objetos nas portas, no console central e no apoio de braços no banco traseiro, muito útil para quem possui um SUV. O painel de instrumentos conta com três mostradores: um circular, no centro, onde é possível visualizar o velocímetro e o nível de combustível; um semicircular do lado esquerdo, onde exibe ao motorista o conta-giros (nas versões XR e XRE). O termômetro do motor para ambas abaixo do semicírculo; e uma tela de TFT de 4,2” colorida do lado direito que mostra o computador de bordo, com informações como indicador de marcha, consumo de combustível, hodômetro, autonomia etc.

O Corolla Cross conta com uma extensa lista de itens de conforto, conveniência, tecnologia e segurança. Desde a versão de entrada XR o modelo conta com ar-condicionado digital automático com duto traseiro, banco do motorista com regulagem para seis ajustes – altura, distância e inclinação, banco do passageiro dianteiro com regulagem manual para quatro ajustes (distância e inclinação), direção eletroassistida progressiva (EPS), computador de bordo com tela TFT de 4,2” de alta resolução, freio de estacionamento no pedal, espelhos retrovisores externos elétricos eletro-retráteis e rebatimento automático ao fechar o veículo e pisca integrado, modo de seleção de condução Sport (versões XR e XRE), rack de teto longitudinal,  e sistema de áudio central multimídia Toyota Play com tela sensível ao toque de 8”, rádio AM/FM, função MP3, entrada USB, Bluetooth, conexão para smartphones e tablets com Android Auto e Apple CarPlay.

 

A versão XRE traz ainda sistema de destravamento das portas por sensores na chave (Smart Entry), sistema de partida por botão (Start Button/Push Start), limpador do para-brisa com sensor de chuva, enquanto somente a XRE conta com paddle shift no volante. Uma curiosidade é que no Corolla Cross os engenheiros da Toyota fizeram melhorias na carroceria para proporcionar ainda mais rigidez torcional e dirigibilidade ao SUV. Sendo assim, novos pontos de solda foram adicionados na parte superior e inferior do veículo, principalmente na coluna B quando junta com a barra de reforço do teto. Outro ponto que aprimorou a estrutura do carro foi a colocação de suportes que ligam a torre de suspensão do braço esquerdo e do braço direito. A tampa traseira também recebeu reforços em sua estrutura, garantindo maior rigidez.

Sua posição de dirigir elevada tornou esse campo de visão 120 mm mais alto do que o Corolla sedã. Além disso, a engenharia da Toyota fez outros aprimoramentos nesse sentido, como a colocação dos espelhos retrovisores nos painéis das portas e o estreitamento da coluna A em 7 mm (na comparação com o sedã), o que além de ajudar na visibilidade, contribui também para a redução do ruído do vento, aumentando o silêncio a bordo. Foram colocados isoladores de som adicionais no cofre do motor, no teto, no assoalho e em partes das portas que garantiram também menos vibração.

Para manter a segurança e a tranquilidade de quem dirige o SUV da Toyota o modelo conta com suspensão dianteira independente, MacPherson com molas helicoidais e barra estabilizadora – como no sedã – no entanto, com diferenças que garantem uma melhor dirigibilidade para um SUV. A fricção do amortecedor foi reduzida, garantindo maior responsividade do equipamento, contribuindo também para uma resposta mais aprimorada da direção.

Já a suspensão traseira do Corolla Cross é do tipo eixo de torção com molas helicoidais e barra estabilizadora. Ela conta com buchas de borracha grandes e altamente duráveis que permitem que a suspensão trabalhe bem mesmo em terrenos com grandes ondulações. O eixo de torção e a barra estabilizadora de grande diâmetro são projetados para ajudar a diminuir o rolamento do veículo durante as curvas.

Mais um ponto a favor da dirigibilidade do Corolla Cross é que ele tem o menor raio de giro da categoria, sendo possível realizar uma manobra de 180º em apenas 10,4 m, contribuindo muito para realizar balizas e circular por ambientes com espaço restrito, como estacionamentos de shoppings e de prédios, sem grandes dificuldades. Seu ângulo de ataque é de 21º facilitando a travessia de depressões, valetas e lombadas.

Sob o capô está o já conhecido motor a combustão 2.0L Dynamic Force de quatro cilindros em linha e 16 válvulas conta com comando de válvulas variável inteligente VVT-iE que, por meio de um motor elétrico, modifica os tempos de abertura das válvulas de admissão. Ele ainda vem com um sistema de injeção direta e indireta de combustível D-4S que adapta a injeção às condições de direção, oferecendo mais potência e menor consumo de combustível, porém rodamos com etanol durante todo o teste o que revelou uma autonomia menor e um consumo maior, cheguei a fazer 6,5 Km/l na maior parte do tempo, mas com média final de 8,5 Km/l pisando mais leve no acelerador. Acredito que com gasolina seu consumo seria melhor, mas não tive tempo de reabastecer para confirmar.

O propulsor 2.0L Dynamic Force Dual VVT-iE 16V DOHC de ciclo Atkinson Flex rende 177 cv de potência a 6.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 169 cv, a 6.600 giros, com gasolina. O torque máximo abastecido com etanol ou gasolina é 21,4 kgf.m a 4.400 rpm. Tem alta taxa de compressão (13:1) e curso longo e pistões de baixa fricção. Em conjunto está a transmissão Direct Shift de 10 marchas, que proporciona a suavidade de uma transmissão CVT convencional com uma sensação de aceleração direta. O conjunto motor e câmbio se saem bem em várias situações de trânsito ou subidas de serra, se comporta bem nas retomadas e proporciona segurança para o condutor, mantendo as acelerações lineares e com potência suficiente para o seu peso.

Pensando no bem estar de todos, o Corolla Cross chega recheado de equipamentos de segurança passiva e ativa. Desde a versão de entrada XR, o modelo já vem dotado de sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelho para o motorista), câmera de ré com projeção na central multimídia (as versões XRE, XRV Hybrid e XRX Hybrid contam ainda com linhas guias dinâmicas), controle eletrônico de estabilidade (VSC), controle eletrônico de tração (TRC), sistema de assistência ao arranque em subida (HAC), sensor de estacionamento traseiro, faróis com acendimento automático e ajuste de altura elétrico, faróis de neblina dianteiros em LED, luz de frenagem emergencial automática, alarme volumétrico e sistema universal ISOFIX para fixação de cadeirinhas no banco traseiro com ancoragem de três pontos.

Custando a partir de R$ 160.990 o novo Corolla Cross também chega com cinco anos de garantia sem limite de quilometragem para pessoas físicas (para pessoa jurídica, são cinco anos ou 100.000 km, o que ocorrer primeiro). A marca ainda oferece uma extensa linha de acessórios genuínos composta por mais de 20 itens, entre eles estão estribo lateral, engate, trava de segurança para roda de liga-leve, trava de segurança do estepe, soleira iluminada, sensor de estacionamento frontal, dentre outros. As cores disponíveis para o novo Corolla Cross são Branco Polar (sólido), Branco Lunar Perolizado, além das cores metálicas: Preto Infinito, Prata Lua Nova, Cinza Granito, Vermelho Granada e a nova e exclusiva cor Azul Netuno.

*FICHA TÉCNICA:

Mecânica

Motorização 2.0

Combustível             Álcool            Gasolina

Potência (cv)            177     169

Torque (kgf.m)         21,4    21,4

Consumo cidade (km/l)      8          11,5

Consumo estrada (km/l)    9          12,8

Câmbio          CVT

Tração           dianteira

Direção          elétrica

Suspensão dianteira          Suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.

Suspensão traseira            Suspensão tipo eixo de torção e traseira com barra estabilizadora, roda tipo semi-independente e molas helicoidal.

Dimensões

Altura (mm)   1.620

Largura (mm)           1.825

Comprimento (mm)             4.460

Peso (Kg)      1.420

Tanque (L)    47

Entre-eixos (mm)     2.640

Porta-Malas (L)        440

Ocupantes    5

*Dados do fabricante

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo