AvaliaçõesTestesVW

Avaliação – Volkswagen Red up! 1.0 12v I-Motion 2015

Fotos: Marcus Lauria

Avaliamos por uma semana o tão esperado Volkswagen up! equipado com transmissão I-Motion, primeiro modelo do Brasil com motor 1.0l a oferecer câmbio automatizado. Além de se tornar o veículo mais acessível do País equipado com esse tipo de câmbio. Novidades não faltam para esse pequeno prodígio, que desde que foi lançado, não para de trazer inovações.

A Volkswagen nos ofereceu para teste a versão red up!, porém o câmbio automatizado pode ser adquirido a partir da versão move up!, com preço inicial de R$ 30.990. Enquanto que a versão avaliada, sai por iniciais R$ 47.990, podendo chegar a impressionantes R$ 50.060 completo. Equipado com câmbio I-Motion, o up! está disponível em cinco versões: move up!, high up!, black up!, white up! e red up!.

O up! tem 3,60 metros de comprimento (ganho de 6,5 centímetros sobre o modelo europeu), 1,64 metro de largura (sem retrovisores) e 1,50 metro de altura (acréscimo de 2 centímetros). Seu entre-eixos tem 2,42 metros de comprimento. O peso total do modelo é de 893 kg.

Por dentro, o acabamento é simples, mais a dirigibilidade e o conforto são destaque do carrinho da marca Alemã. O banco “one shape”, favorece a posição de dirigir do motorista e não cansa o passageiro ao lado, existe ajustes de altura para o banco do motorista (milimétrico) e para a coluna de direção. Os que vão atrás também não ficam de fora, e tem espaço de sobra para as pernas. O volante, com formato inspirado no do Fusca, com a base reta, tem uma excelente empunhadura. Ele tem apliques em chrome effect, com o nome do modelo.

Ainda por dentro, é possível observar revestimento de couro sintético “native” para as alavancas de transmissão, do freio de estacionamento e para o volante, que tem apliques em preto brilhante; os bancos são revestidos em tecido estilizado, com faixa em couro sintético “native” e costura diferenciada. Ele traz ainda ar-condicionado com filtro de poeira e pólen e trazem sistema de som com rádio AM/FM, CD-player, bluetooth, MP3 player e entradas USB e auxiliar, com quatro alto-falantes e dois tweeters.

Chamado de SQ100, o câmbio automatizado é a grande novidade do up!. Ele foi desenvolvido com os objetivos de proporcionar maior conforto, precisão de respostas, eficiência, baixo peso e manter o padrão de manutenção e durabilidade. Porém, não pudemos testar todos esses atributos na prática, só alguns passaram pelo nosso crivo.

Chamado de SQ100, o câmbio automatizado é a grande novidade do up!. Ele foi desenvolvido com os objetivos de proporcionar maior conforto, precisão de respostas, eficiência, baixo peso e manter o padrão de manutenção e durabilidade. Porém, não pudemos testar todos esses atributos na prática, só alguns passaram pelo nosso crivo.

Segundo a marca, o câmbio pesa apenas 30 kg e tem uma capacidade de torque de 120 Nm, considerado um dos mais leves e compactos automatizados já construídos. A VW utiliza atuadores eletromecânicos para a operação de acoplamento e desacoplamento da embreagem e a troca de marchas. Esses atuadores são montados diretamente na caixa de câmbio e estão divididos basicamente em dois grupos: o mecanismo de mudança de marchas e a unidade que regula a abertura e o fechamento da embreagem.

A engenharia trabalhou duro para adaptar o câmbio automatizado no motor 1.0 de três cilindros, o mecanismo de mudança é composto por dois motores elétricos independentes: um para a seleção e outro para a troca de marchas. Eles, respectivamente, acionam a árvore para seleção de marchas, na qual é localizado o dedo seletor. A unidade reguladora da embreagem é operada por outro motor elétrico.

O acionamento das marchas é feito através da nova alavanca sem cabos (“shift by wire”) no console central, como na maioria dos veículos. Lá estão as opções seleciona “D”, “M”, “N”, “R. Além da opção das trocas serem feitas através pelo volante. Ou manualmente, por meio da alavanca, movendo-a no sentido longitudinal (para a frente e para trás). O software de gerenciamento da transmissão foi feito em parceria com a Porsche, adaptado às necessidades do consumidor brasileiro.

Na prática, o câmbio não é tão suave assim, os trancos são sentidos a todo instante, chega a incomodar o motorista e até os passageiros mais atentos. As trocas são demoradas e lentas, e as retomadas são tão barulhentas que parece que o câmbio não vai dar conta do recado. Porém, com o uso diário, você chega a um senso comum e consegue amenizar esses trancos com acelerações mais suaves e tudo fica um pouco melhor para quem está atrás do volante.

De acordo com o INMETRO, o consumo do up! I-Motion ficou da seguinte forma: Álcool – Ciclo urbano (cidade): 9 Km/l; Ciclo rodoviário (estrada): 10 Km/l; Consumo médio: 9,4 Km/l; Gasolina – Ciclo urbano (cidade): 13 Km/l; Ciclo rodoviário (estrada): 14,4 Km/l; Consumo médio: 13,6 Km/l. Seu tanque de combustível tem 50 litros de capacidade.

Sob o capô, está o mesmo motor 1.0 MPI de 3 cilindros Total Flex, da família EA211, produzido na fábrica de motores da Volkswagen em São Carlos que equipa todas as outras versões disponíveis em nosso mercado. Ele oferece 82 cv quando abastecido com 100% de etanol e de 75 cv com 100% de gasolina. O torque máximo é de 10,4 kgfm a 3.000 rpm com etanol e de 9,7 kgfm à mesma rotação, quando abastecido com gasolina. Sendo que 85% do torque máximo já está a 2.000 rpm.

Esse propulsor é elástico e econômico, deixando muitos propulsores mais potentes levando poeira. Ele foi eleito o “Motor do Ano 2014”, no Brasil. Além de ser o motor mais potente da categoria, com bloco e cabeçote feitos de alumínio. Ele oferece ainda tecnologias como o sistema de partida a frio “e-flex”, que dispensa o tanque auxiliar.

O red up! avaliado cedido pela marca é a versão mais completa, ele possui retrovisores, frisos laterais e aro dos faróis de neblina em “chrome effect”, soleira das portas dianteiras com aplique em alumínio e pelas rodas de 15 polegadas com design exclusivo para a versão, com o fundo da parte central pintado de vermelho. Os pneus são de baixa resistência ao rolamento, nas medidas 185/60 R15. Opcionalmente existe a possibilidade de instalar o “maps & more” – sistema de infotainment e navegação.

Instalado no centro do painel, trata-se de um dispositivo com tela de 5 polegadas sensível ao toque (touchscreen) que funciona como extensão do rádio e do computador de bordo do veículo, oferecendo também conectividade multimídia e sistema de navegação (GPS), já com mapas brasileiros e com antena interna de GPS, dispensando conexão com aparelhos adicionais. Tudo por meio de operação intuitiva e simples de usar.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo