AvaliaçõesTestesVW

Avaliação – Volkswagen Jetta 2.0 TSI Highline 2011

Fotos: Marcus Lauria

A disputa pela primeira posição no segmento de sedans médios no mercado nacional vem crescendo a cada dia, são tantas opções que fica até difícil escolher um modelo para atender as suas necessidades. Entre os principais concorrentes do segmento estão Toyota Corolla, Honda New Civic, Renault Fluence, Focus sedan, Kia Cerato, Peugeot 408, entre outros. A Volkswagen para não ficar de fora, após o fracasso de vendas do Bora e do Jetta de geração anterior, começa a importar do México o renovado Jetta em duas versões: Confortline e Highline.

A versão de entrada Confortline está equipada com o velho motor 2.0 TotalFlex de 120 cv de potência e 18,4 kgfm de torque do Bora, com opção de câmbio manual de cinco marchas ou Tiptronic de seis velocidades e suspensão traseira semi-independente, com preços que começam em R$ 65.750 e chegam a R$ 69.990. E a topo de linha Highline, com equipada com o potente motor 2.0 TSI com injeção direta e turbo, que gera 200 cv e 28,5 kgfm de torque, com câmbio DSG de 6 marchas e dupla embreagem e suspensão traseira independente multilink, o preço parte de R$ 89.520.

A versão avaliada pelo CarPoint News foi a mais completa, a Highline com todos os opcionais disponíveis na concessionária, que mesmo sendo de um segmento inferior, concorre diretamente com Ford Fusion e Honda Accord, por causa do valor elevado. Lançado no dia três de março deste ano, o novo Jetta já vem se superando nas vendas no mercado nacional. O sedan mexicano em seu primeiro mês completo de vendas fechou com 1013 unidades vendidas, deixando os franceses Renault Fluence (683 unidadaes) e Peugeot 408 (435 unidades) para trás.

Enquanto que o Kia Cerato vendeu 2651 unidades, superando o Civic, já o Corolla continuou líder com 4131 unidades. Em maio o novo Jetta vendeu 1745, e ficou em quarto lugar, atrás de Honda Civic (2162), Kia Cerato (3064) e Corolla (4581). Isso mostra também que além do fator novidade, o consumidor já vem percebendo que a Volkswagen não está de brincadeira e começa a se destacar nesse segmento.

CONTINUA NA PÁGINA 02

1 2 3Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Realmente é um belo mamão, mas eu não consigo gostar desse DNA visual da marca, sei lá, a frente fica com aparência de um carro sempre inferior, parece um Fox grande… Em design prefiro mais o modelo anterior.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo