AvaliaçõesTestesToyota

Avaliação – Toyota Prius Hybrid 2012

Fotos: Marcus Lauria

A Toyota quer realmente inovar com o Prius em nosso País, o modelo híbrido e ecologicamente correto da marca japonesa tem tudo para emplacar no Brasil, claro, se não empacar por causa do preço. O modelo é desconhecido por aqui, mas um velho conhecido em outros mercados, o Prius foi lançado em 1997 no Japão e é conhecido por ser o primeiro modelo híbrido do mundo produzido em larga escala. No ano de 2001, começou a ser comercializado em outros países, como os EUA, e oito anos depois, em 2009 chegou à terceira geração. A marca pretende posicioná-lo no Brasil entre os sedãs Corolla e Camry. O modelo deve desembarcar por aqui no segundo semestre deste ano.

O marketing em cima do Prius está sendo intenso, na primeira fase, que aconteceu em outubro, houve a divulgação da tecnologia híbrida e seus benefícios para o meio ambiente, a segunda está em curso, onde a marca começa a ceder os veículos para a imprensa e emprestar algumas unidades para que artistas e atletas divulgarem o produto na mídia. A penúltima etapa consiste na Toyota medir a aceitação do modelo junto aos potenciais e a última o consumidor poderá fazer test-drive nas lojas da marca em todo o País. O modelo avaliado pelo site faz parte dos 15 carros importados para testes no País.

O Prius tem linhas futuristas, principalmente na parte traseira. O hatch japonês chama a atenção por onde passa como podemos conferir durante o teste. Além de ser uma novidade, a cor da carroceria pintada em branco perolizado era um destaque à parte do modelo cedido para avaliação. Com uma dianteira discreta o Prius de terceira geração ganhou nova grade, ligeiramente mais aerodinâmica enquanto os faróis continuam iguais aos da geração anterior, com seu formato irregular na parte superior. Visto de lado, o modelo exibe linhas arredondadas, que começam no capô e fazem um arco bem fechado até a tampa do porta-malas.

A parte que chama mais atenção é a traseira, que exibe lanternas com desenho trapezoidal com nova disposição interna e LEDs. A tampa do porta-malas também se destaca por ser em sua maior parte  feita de vidro escurecido, que se junta a um discreto aerofólio formando uma peça única. O conjunto é completado pelas rodas de 15 polegadas com calotas de plástico aerodinâmicas com desenho de gosto duvidoso. Visualmente impossível de perceber, a Toyota afirma que fez pequenas mudanças, como no formato do teto e dos paralamas e no posicionamento das colunas dianteira e traseira.

A grande mudança se encontra no interior, o Prius atual está mais moderno e confortável. O painel central recebeu uma textura que remete a uma folha de árvore de ótima qualidade e agradável ao toque dos dedos com muitas partes emborrachadas, muito mais luxuoso que o Corolla, por exemplo. Já o console central “flutuante” e a curiosa manopla de câmbio curta na cor azul chamam a atenção logo de cara. O interior também conta com porta-copos e muitos porta-trecos. A sofisticação á bordo conta com a ajuda dos bancos de couro e do volante revestido pelo mesmo material. Porém, apesar da sofisticação, o modelo se mostrou barulhento durante todo o teste.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2 3Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Não é feioooo… mas não é bonitão! Mais se tivesse um preço compativel com carros do mesmo porte/categoria eu compraria sim! Mas pelo preço estimado sem chance, e se estivesse com essa grana esticaria um pouco mais e compraria então o Fusion que é mais carro e acho bonito também!

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo