AvaliaçõesTestesToyota

Avaliação – Toyota Hilux CD Top 4×4 SRV D4-D Automática 3.0 diesel 2012

Fotos: Marcus Lauria

Para ganhar fôlego diante da concorrência e manter a liderança nas vendas entre as picapes diesel, a Toyota resolveu dar um “tapa no visual” da picape Hilux para a versão. O facelift veio a calhar, deixou o utilitário mais moderno, seguindo a linha dos outros produtos da marca. Usando como base o modelo lançado em 2005, a renovada picape chega com novos faróis, que exibem linhas mais retas, capô mais robusto, pára-choque e grade cromada trapezoidal na dianteira, deixando seu visual mais robusto. Comparada com o modelo 2011, a nova Hilux se sobressai com essas novidades, chamando bastante atenção no trânsito. A Toyota nos ofereceu para avaliar por uma semana a versão topo de linha, a Hilux Cabine Dupla Top 4×4 SRV D4-D Automática 3.0 diesel, uma das principais novidades da marca para esse ano, já que essa versão não existia na linha 2011.

Ainda na parte externa, é notado logo em um primeiro olhar que a picape ganhou novas rodas, com desenho mais esportivo e novos espelhos retrovisores, itens que valorizam as linhas da Hilux 2012. Enquanto que a parte traseira manteve-se praticamente inalterada, a novidade fica por conta de uma nova disposição do esquema de iluminação das lanternas e a câmera de ré na tampa da caçamba. No geral, essas pequenas mudanças fizeram bem a picape, deixando seu visual mais moderno e requintado.

Assim como a parte externa, o interior também foi levemente redesenhado e deixou a cabine com um “ar” mais sofisticado, pelos menos na aparência. O painel foi modificado e o console central ganhou um display de LCD touchscreen de 6,1 polegadas com informações do sistema de entretenimento e do sistema de som, com imagem da câmera de ré e do ar-condicionado que são fáceis de utilizar e não fazem o motorista ou passageiro perder tempo para acionar o que deseja.

Em termos de conectividade, a Hilux 2012 vem com sistema Bluetooth e USB. A versão Top avaliada contava com acabamento interno com elementos cromados no console central e no volante, que possui comandos para o rádio. Os plásticos das portas e painel são bem simples, como os outros modelos da concorrência, mas os bancos e volante em couro compensam esse deslize e tornam o ambiente interno bem aconchegante.

A posição de dirigir alta é um dos pontos positivos das picapes médias e na Hilux não é diferente, a visão do trânsito à frente é ampla o que facilita ver as brechas para poder encaixar melhor a picape nos “buracos” que os outros motoristas deixam no trânsito. O banco com regulagem elétrica e o volante com as opções de regulagem de profundidade e altura facilitam para o motorista achar a posição correta de dirigir. Na hora de estacionar, o tamanho se torna um martírio, mas com o auxílio da câmera de ré, tudo fica mais simples, até as vagas mais apertadas parecem fáceis de estacionar.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2 3Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo