AvaliaçõesRenaultTestes

Avaliação – Renault Sandero GT Line 1.6 16V Hi-Flex 2011

Fotos: Marcus Lauria

A moda dos carros que aparentam ser o que não são está em evidência, tudo começou com o Fiat Palio Weekend em 1999, com a versão Adventure, daí, foi um pulo para as outras montadoras seguirem a cartilha de sucesso, conseguindo, com isso, aumentar suas vendas no segmento dos “pseudos-off-roads” ou “off-road light”. Atualmente, além deste segmento, as montadoras tem investido nos “pseudos-esportivos”, aqueles modelos comuns da família de um marca que tem apenas um visual incrementado por adesivos e acessórios alusivos a uma versão mais apimentada do modelo, mas sem modificações mecânicas, como suspensão rebaixada, rodas grandes e motor mais potente. As aparências enganam, mas às vezes esse apelo chama a atenção do consumidor, que é atraído pela falsa imagem de esportivo e acaba comprando o carro, atraído pela imagem diferenciada dos modelos de série.

Entre as poucas montadoras que vem apostando nesse segmento de esportivos postiços, está a Renault, com o Sandero GT Line, que segue a linha da série Vibe e Vibe2, com visual mais atraente e diferente das versões comuns. A nova versão GT Line marca também à volta do motor 1.6 16V Hi-Flex na família Sandero, tentando com isso, buscar o público que sentia falta de um motor mais elástico. O CarPoint News teve a oportunidade de avaliar por uma semana a nova versão, que agradou bastante durante todo o teste. A cor vermelha do carro enviado para o teste chamou bastante a atenção de quem passava na rua, com o carro parado ou mesmo em movimento, apesar de já ser um modelo comum em nosso país, o Sandero GT Line tem aquele algo a mais. Visto por fora, o hatch da Renault se destaca pelos vários adesivos na cor preta espalhados pela carroceria, como na traseira e nas laterais, em forma de bandeira quadriculada e na parte dianteira, localizado no para-choque, mais exatamente em volta dos faróis de neblina, formando uma moldura preta, assim como a inscrição “GT Line” aparece ao lado do farol esquerdo, entre a tampa do capô e a grade e na tampa do porta-malas. Ainda na parte externa, o modelo recebeu alguns acessórios, que deixaram sua imagem mais atraente, como os faróis com máscara negra, retrovisores e aerofólio na cor preto brilhante, rodas de liga-leve de 15 polegadas pintadas da mesma cor e borrachão das portas na cor preto fosco, lanternas traseiras fumê e a ponteira do escapamento cromada. As maçanetas são na cor da carroceria, que nessa versão pode ser pintada de vermelho, prata, branco e preto.

[nggallery id=25]
1 2 3Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo