AvaliaçõesPeugeotTestes

Avaliação – Peugeot 308 Allure 2.0 16v (Flex) (Aut) 2014

Fotos: Marcus Lauria

Lançado em fevereiro de 2012 no Brasil, o Argentino Peugeot 308 chegou muito tarde em nosso pais, em relação a sua apresentação no mercado Europeu. E essa demora teve suas consequências. Tanto é verdade, que esse ano, o 308 foi totalmente modificado na Europa e não tem nenhuma semelhança com o modelo vendido por aqui. Mesmo assim, não deixa de ser um bom carro. A grande novidade para esse ano, fica por conta do novo câmbio automático de seis velocidades, que substitui o cansado e problemático de quatro marchas.

A versão Allure 2.0 16V, avaliada pelo site por uma semana, recebeu o mesmo câmbio da versão THP (o AT6, produzido pela Aisin), deixando o hatch bem melhor em todos os aspectos. As trocas ficaram mais rápidas, com poucos trancos e consequentemente melhorando a performance do modelo. Apesar da melhora significativa no comportamento geral do carro, o 308 continua sendo muito beberrão, em nosso teste, praticamente feito em trajeto urbano, foi de 6,5 Km/l com gasolina, de acordo com o computador de bordo.

Ainda sobre o câmbio, segundo a Peugeot, o mecanismo tem sistema de segurança que evita engates equivocados com o veículo em velocidade superior a 6km/h, como passar de D (drive) para R (ré), o que causaria danos. Sendo assim, ela pode se adaptar rapidamente à maneira de dirigir do motorista e às condições do piso e relevo, que ajuda a aproveitar melhor a força do motor e induzir a uma condução mais confortável. Existe ainda opção de fazer as troca de marca em modo manual. Elas podem ser feitas sequencialmente por toques na alavanca, esqueça as aletas atrás do volante. Para o câmbio trabalhar em alta rotação, tem a tecla S, deixando o carro mais esportivo.

Inteligente, o câmbio ajuda o motorista nas horas mais complicadas, como por exemplo em uma descida mais íngreme, onde o câmbio procura automaticamente uma marcha mais reduzida, se utilizando do freio motor. O mesmo acontece ao contrário, quando o câmbio é mais exigido, em arrancadas ou ultrapassagens, deixando o hatch bem ágil e esperto no trânsito ou na estrada.

Com a nova suspensão o 308 ficou ainda mais estável e seguro. Mesmo com as rodas de 17 polegadas com pneus de perfil baixo, o carro se saiu bem. Enfrentou os buracos sem ouvir muito ruído interno e fez curvas como se estivesse em trilhos. Para facilitar as manobras, está disponível a direção com assistência eletro-hidráulica. Por ser baixo, a frente do carro raspa em entradas e saídas de rampas, além de pecar pela ausência de sensor de estacionamento, que facilita as manobras.

Por dentro, o acabamento é de primeira e oferece conforto de sobra para todos os ocupantes. Não se vê rebarbas ou plásticos de má qualidade. Tudo está em seu lugar e em perfeita harmonia. A ergonomia é um dos pontos fortes desse modelo, que preza pela qualidade de construção. Achar a posição de dirigir é fácil, devido a regulagem completa de volante e banco, menos a lombar, que não faz muita falta. A boa empunhadura do volante fecha com chave de ouro as qualidades de dirigir o 308.

A versão avaliada, Allure 2.0 começa em R$ 63.890, com câmbio manual, e parte de R$ 68.990, com câmbio automático. Opcionalmente é oferecido o sistema multimídia com GPS e tela de sete polegadas, incluso no modelo avaliado. Ele traz ainda WIP Plug – Conexão USB para iPod/MP3 player e entrada AUX + WIP Bluetooth, WIP Sound Rádio CD player / MP3 com comando na coluna de direção, rodas de liga leve 17”, volante revestido em couro, acendimento automático dos faróis, ar-condicionado automático digital Bi-zone com saídas de ar traseira, computador de bordo, direção eletro-hidráulica, limpador de pára-brisa automático com sensor de chuva e indexado à velocidade, piloto automático (Regulador de velocidade) & Limitador de velocidade e teto solar panorâmico. E ainda 2 Air bags frontais (motorista e passageiro), faróis de neblina dianteiros, freios ABS + AFU (auxílio a frenagem de urgência) + REF (repartidor eletrônico de frenagem, luzes diurnas de LED (Day Running Light – Allure Manual/Aut 6 e Griffe THP).

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo