AvaliaçõesFiatTestes

Avaliação – Fiat Punto Sporting 1.8 16V Flex 2015

Fotos: Marcus Lauria

Atualizado em meados do ano passado, a linha 2015 do Fiat Punto ganhou algumas novidades. O suficiente para avaliarmos uma dessas versões atualizadas. Desta vez nos foi cedida a versão Sporting completa. O hatch médio da marca Italiana é agradável de dirigir, tem um bom acabamento e um motor bem esperto para o seu peso.

As principais novidades inseridas nessa versão avaliada são: a função Lane Change, que auxilia a visualização na troca de faixas, esse equipamento estreou na linha 2015 do sedã Linea. Com ela, basta um toque na alavanca da seta para ativar as luzes na direção indicada. Esse sistema é comum na maioria dos modelos vendidos no Brasil.

Além dessa novidades, o Punto ganhou novo tecido de revestimento, rodas de 16 polegadas, alarme antifurto, piloto automático e nova serigrafia do painel. O modelo avaliado possuía bancos em couro. Além dos triviais rádio CD/MP3 com entrada USB, apoia-braço central dianteiro, volante em couro multifuncional, sensor de estacionamento, vidros elétricos traseiros e porta-objetos central com tampa

Por dentro o conforto é um dos pontos forte do Fiat Punto. Para quem vai na frente, há espaço de sobra e os passageiros do banco de trás não sofrem com nenhum aperto, dois adultos e uma criança encaixam direitinho. Além de confortáveis, os bancos são anatômicos e macios. A posição de dirigir é fácil de achar, o banco do motorista tem todas as regulagens possíveis, assim como o volante. No modelo cedido para teste, os bancos eram de couro de ótima qualidade.

Seu preço é de iniciais R$ 51.280, caso queira adicionar itens opcionais como: sistema multimídia Blue&Me, Bluetooth e comandos de voz, ar digital, sensor crepuscular e de chuva, teto solar elétrico Skydome, retrovisor interno eletrocrômico, airbags laterais e de cortina e câmbio automatizado, entre outros, o preço pode chegar a R$ 65 mil.

O que mais chama a atenção para quem dirige o Punto Sporting, além do ótimo acabamento interno, é o motor. Trata-se do 1.8 litro da família E.torQ, que rende 130 cv quando abastecido com gasolina, podendo desenvolver até 132 cv com etanol, sempre a 5.250 rpm. O torque de 18,4 kgfm com gasolina e 18,9 kgfm com etanol – sempre a 4.500 rpm, ajuda no requisito esportividade do hatch da Fiat, só que com uma certa timidez. O modelo poderia ter uma pegada mais esportiva, porém,a  Fiat deve ter deixado isso para a versão mais apimentada T-Jet. De qualquer forma, o propulsor dá até uma certa alegria ao motorista, o conjunto de suspensão é acertado e dá para abusar nas curvas em determinados momentos.

Em conjunto com o motor está o câmbio manual de cinco marchas, que dá mais autonomia ao motorista, ao contrário do câmbio automatizado. Um detalhe importante, é que o câmbio deve ser manuseado de forma suave, caso contrário as trocas sempre vão arranhar ou prender em algum momento. Mais com o tempo, o motorista acaba se acostumando e pega logo o jeito de manusear de forma correta. Resumindo, o Fiat Punto Sporting talvez seja a versão de melhor custo/benefício da linha.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo