AvaliaçõesFiatTestes

Avaliação – Fiat Fiorino 1.4 Evo Furgão (Flex) 2014

Fotos: Marcus Lauria

Criada para o trabalho pesado do dia a dia e entregas curtas nos centros urbanos, o novo Fiorino chega na versão 2014 mais moderno e atraente do que a geração anterior. O modelo acaba de sofrer uma reformulação total, com nova plataforma, novo motor, novo acabamento e novos equipamentos, tudo para manter a sua clientela.

Com a “cara” do novo Uno, a Fiorino 2014 ficou 200 mm mais comprido, 21 mm mais largo, 27 mm mais alto e com um entre-eixos 140 mm maior. Com essas novas medidas, o modelo conseguiu mais espaço para os ocupantes e capacidade de carga. Agora é possível transportar até 650 quilos, informa a montadora em sua ficha técnica. Para suportar mais peso, a marca resolveu mexer na suspensão traseira, que agora são derivadas da picape Strada, o que deixou o utilitário mais estável e melhor de dirigir. Fato este comprovado em nosso teste de quinze dias.

Em relação a parte dianteira, que é praticamente idêntica ao do novo Uno, no caso da Fiorino, o para-choque é preto, que opcionalmente pode vir pintado na cor do carro. Para diferenciar do hatch, a Fiat aplicou um novo defletor aerodinâmico, que tem a função de melhorar o fluxo de ar sob o carro e diminuir o consumo de combustível.

Além disso, por fora é possível notar os novos frisos de proteção lateral, de série, novos espelhos retrovisores externos, que ficaram maiores para facilitar a visão lateral, as novas lanternas traseiras e o novo para-choque traseiro. Mudanças essas necessárias para se adaptar ao novo desenho da carroceria.

Para facilitar ainda mais o transporte de cargas maiores e a ergonomia, a Fiat introduziu portas do compartimento de carga assimétricas com abertura de 180°, com abertura em dois estágios. Na primeira fase ficam travadas quando formam um ângulo de 90º em relação à carroceria; depois de destravadas, podem ser abertas (180º) totalmente. A comodidade fica ainda maior com a maçaneta da porta, que foi posicionada verticalmente. Opcionalmente as portas traseiras podem receber vidros, que nesse caso também vem na parede divisória do habitáculo e do compartimento de carga.

Em versão única, a Fiorino 2014 traz como itens de série: forração integral do assoalho de vão de carga, recobrimentos laterais parciais de plástico, “bate carga” reforçado, luz do vão de carga com três posições de funcionamento (acendimento vinculado à abertura da porta, acendimento forçado, desligamento forçado) e ganchos para a fixação da carga.

Ela vem também com airbag duplo, freios ABS, sensor de estacionamento, ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, faróis de neblina, rádio USB MP3/WMA com RDS, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros com one-touch (subida e descida) para o motorista; brake light; para-brisas degradê, alça de segurança do lado passageiro, alerta de manutenção programada (luz espia), Drive by Wire (controle eletrônico da aceleração), porta-luvas iluminado entre outros.

Por dentro a Fiorino exibe o mesmo painel do Novo Uno, porém com um novo quadro de instrumentos, com duas opções de acabamento: base e luxo. A versão base vem com velocímetro, indicadores de combustível e temperatura (digitais) e hodômetro totalizador e parcial. Enquanto que na de luxo conta com: velocímetro, indicadores de combustível e temperatura (digitais), hodômetro totalizador e parcial, conta-giros e trip computer, o mesmo da versão avaliada. A tomada de força de 12V também é item de série.

Detalhes no interior revelam a preocupação da marca com o pouco espaço disponível para os passageiros. Como é possível notar no console central, que foi projetado de forma a incorporar um porta-copos duplo, e o pomo da alavanca de mudanças de marchas é o mesmo que vem no Novo Uno. Além do novo teto, que tem um console porta-objetos, de série, que também abriga a luz de iluminação do interior. Os painéis das portas agora foram equipados com bolsa porta-objetos/garrafas.

Os bancos foram redesenhados exclusivamente para o Fiorino, com novos tecidos na sua forração. O banco do motorista pode vir equipado com regulagem de altura. Opcionalmente o consumidor pode escolher um volante com regulagem de altura e apoia-pé para o motorista.

O novo Fiorino 2014 chega equipado com o motor 1.4 EVO Flex, que desenvolve potência de 85 cv a 5.750 rpm (gasolina) e 88 cv a 5.750 rpm (etanol); e seu torque é de 12,4 kgfm a 3.500 rpm (gasolina) e 12,5 kgfm a 3.500 rpm (etanol). O propulsor é suficiente para empurrar o utilitário sem dificuldades. Em nosso teste ele cravou 12,6 Km/l de consumo, sempre com gasolina.

Talvez com a carga total ele fique devendo nas acelerações, no consumo e nas subidas mais íngremes, mas nada que desaprove os seus atributos de utilitário urbano. As rodas aro 14, calçadas com pneus maiores do que os da versão anterior, na medida 175/70 R14 deixam o modelo bem estável em curvas e não geram desconforto para os passageiros. O novo modelo passa a contar com duas novas cores sólidas (Vermelho Alpine e Preto Vulcano) que se juntam ao Branco Banchisa e a metálica Prata Bari. O preço da versão única é de R$ 38.450.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo