AvaliaçõesFiatTestes

Avaliação – Fiat 500 Cabrio 1.4 Multiair (Aut) 2014

Fotos: Marcus Lauria

Nada melhor do que dirigir um carro conversível, ainda mais um com linhas retrô e admirado por muitos. É com esse sentimento de exclusividade e de liberdade que iniciamos o teste do Fiat 500CC. Com poucas opções no mercado de modelos sem capota, 500 Cabrio é o grande destaque do mercado nacional nesse segmento, os outros passam dos R$ 150 mil (Peugeot 308cc). A versão conversível do simpático 500 chama a atenção por onde passa e cria expectativa das pessoas nas ruas para ver a capota aberta e entender como funciona o mecanismo utilizado pela marca italiana, que é bem curioso.

Lançado em agosto do ano passado, a linha 2014 do Fiat 500 traz como novidade o primeiro motor MultiAir Flex da marca. De acordo com a Fiat, este motor é reconhecido e premiado mundialmente e recebeu agora a tecnologia flexível. A empresa registrou pelo sexto ano consecutivo o menor nível de emissões de CO2 na Europa entre as marcas de automóveis mais vendidas, certificado pela empresa Jato Dynamics. Produzido no México, o Fiat 500 Cabrio foi lançado no Brasil em setembro de 2011 e desde então já foram comercializadas mais de 26.000 unidades.

Agora vou falar sobre o carro, o que mais chama a atenção é a capota retrátil que usa uma forma diferente de ser recolhida. Ao contrário dos acionamentos tradicionais, onde o teto é totalmente rebatido, no 500 Cabrio as colunas traseira e central continuam no lugar, o que permite conservar boa parte da rigidez torcional do conjunto, transmitindo mais segurança ao modelo. O tecido do teto tem a opção das cores preta ou vinho, ao gosto do freguês. Porém, o mecanismo da capota de tecido com retração elétrica mostrou-se muito ruidoso e o carro perde em isolamento acústico, durante o teste ele travou duas vezes e tive que usar as mãos para ajudar o teto voltar ao lugar.

Outro item que não tive a oportunidade de testar foi o porta-malas, que não abriu durante o teste todo, pois estava travado, mas pude ver seu tamanho reduzido através dos bancos traseiros, que são rebatíveis, no caso do Cabrio, ele é menor em relação às demais versões. Com o preço de R$ 59.473, o Fiat 500 Cabrio é a opção mais barata do mercado. Além dele, o smart cabrio é uma opção de subcompacto conversível, custa um pouco mais caro, R$ 65.534, porém tem espaço para apenas duas pessoas e manutenção bem mais alta.

Além do visual externo agradável e do interior inusitado, o “carrinho” se destaca mesmo pelo conjunto mecânico. Sob o capô está o novo motor MultiAir 1.4 16V Flex que agora equipa as versões Sport Air e Cabrio Air do modelo. Ele foi desenvolvido e calibrado pela equipe de Engenharia Powertrain da Fiat em Betim (MG). De acordo com a marca, o grande desafio para o desenvolvimento deste motor bicombustível foi o aumento da taxa de compressão (que cresceu em 8%) e a nova abordagem em relação à admissão do ar, controlada eletronicamente através das válvulas de admissão.

O novo MultiAir 1.4 16V Flex possui pistões de baixo atrito e, para suportar o uso de etanol, ele traz ainda novas bronzinas e junta do cabeçote, ambas de origem no motor T-Jet. A nova junta de cabeçote é metálica e com multicamadas, que garante a vedação em altas pressões de combustão. Também foi adotado um coletor de aspiração com quinto bico injetor para partidas a frio mais eficientes. Outros componentes que são novos em relação ao motor MultiAir gasolina são as velas e os injetores.

Com todas essas alterações, o motor MultiAir chega aos 105 cv de potência e torque máximo de 13,6kgfm com gasolina e 107 cv com torque de 13,8kgfm quando alimentado com 100% de etanol. O motor pode receber câmbio manual de 5 marchas ou automático sequencial de 6 marchas do fabricante AISIN. No caso do modelo avaliado, ele vinha com o câmbio automático, que recebeu novos ajustes e recebeu as seguintes tecnologias: Kick-Down (reduz rapidamente as marchas em caso de retomada); Brake Assistant (reduz automaticamente as marchas em freadas bruscas); Sensor Up-Down Slope (para adaptação das marchas do veículo à inclinação); Função Cornering (inibe o avanço das marchas em curvas de baixa aderência) e a Função Fast-Off (impede a “subida” de marcha quando o condutor tira o pé rapidamente do acelerador). Apesar do visual e da relação peso/potência, não espere uma performance esportiva, mas o motor se comportou bem em ultrapassagens e retomadas, mostrando muito vigor nas retas, o câmbio não dá trancos e as trocas são suaves e progressivas.

Entre os itens de série podemos destacar alguns, como: ESS (sinalização de frenagem de emergência), freios com sistema ABS e EBD, ASR (controle de tração), ESP (controle de estabilidade), Hill Holder, Isofix e até sete air bags. O Fiat 500 Cabrio oferece também Direção elétrica Dual Drive, Função SPORT (com essa função acionada, a direção se torna mais firme, adequada a uma condução esportiva.

O motor responde mais rapidamente ao comando do acelerador), 7 Air bags (dois na frente, dois window bags, dois side bags e um knee bags), Pacote Áudio Premium ALPINE e ISOFIX. O Fiat 500 tem garantia de dois anos e atendimento Confiat durante este período, além de participar do Clube L’único.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo