AvaliaçõesCitröenTestes

Avaliação – Citroën C4 Pallas Exclusive 2.0 Flex automático 2010

Fotos: Marcus Lauria

Lançado em 2007, o C4 Pallas não sofreu nenhuma alteração significativa desde então. Em 2009, no Salão de Xangai, na China, o sedan da Citroën foi reestilizado, com a dianteira retocada, exibindo linhas mais suaves, idênticas a do C4 hatch europeu e uma traseira de desenho inédito, que lembra a do C5, modelo mais luxuoso da marca francesa. No entanto o modelo 2010, importado da Argentina trás apenas duas novidades na parte interna: o conta-giros que saiu da posição que ficava, sobre a coluna de direção, e passou a fazer parte do painel digital central, como nos monovolumes da linha C4 Picasso e Grand C4 Picasso. Uma outra mudança foi a nova entrada USB para o sistema de som, que fica camuflada por uma tampinha junto ao freio de mão. De resto, tudo igual, nem uma nova roda com um novo desenho a Citroën se preocupou em acrescentar a linha 2010.

Outra novidade é o novo tom de pintura oferecido como opcional, a Gris Cendré, um cinza pérola que tende a ficar marrom dependendo da iluminação. Por fora o C4 Pallas mantém as mesmas linhas conservadoras, como o teto em forma de arco, que continua chamando atenção, suas linhas misturam cantos retos e arredondados, transmitindo uma harmonia ao conjunto da carroceria. A versão avaliada pelo CarPoint News foi a Exclusive completa, com todos os opcionais oferecidos pela montadora. O conforto interno é excelente e achar a posição de dirigir é fácil, o modelo oferece bancos em couro com ajuste elétrico, volante com ajuste de altura e profundidade e retrovisores elétricos. O ar-condicionado digital de duas zonas dá conta do recado e deixa o ambiente interno bem acolhedor. Os materiais do painel e portas são agradáveis ao toque e não existem rebarbas ou qualquer problema nos encaixes das peças plásticas, ponto para a Citroën. Silencioso e espaçoso o C4 Pallas não fica devendo nada aos seus concorrentes.

1 2 3Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo