AvaliaçõesGMTestes

Avaliação – Chevrolet Cruze Sport6 LTZ MT 2012

Fotos: Marcus Lauria

Com Leandro Eiró

Depois do lançamento do Cruze sedã, campo onde a Chevrolet tem sua excelência, foi lançada a versão hatch, chamada de Sport 6. Esta versão tem preço sugerido partindo de R$ 60.039 para a versão de entrada (LT) até cerca de R$ 74.000 (LTZ com todos os opcionais). Com desenho mais atraente e esportivo que o sedã, o modelo deve ser o destaque da linha Cruze no Brasil.

Testamos a versão mais completa, com todos os opcionais. Além dos itens de série, o hatch tinha acesso ao veículo por rádio freqüência, partida por botão liga/desliga, faróis e lanternas de neblina, controle de tração, ESP, freios ABS com EBD, acabamento interno em couro, direção elétrica progressiva, retrovisor interno eletrocrômico, volante multifuncional, piloto automático, sensor crepuscular, central multimídia com tela LCD de 7 polegadas, navegador GPS integrado com sistema de som AM/FM estéreo, CD player, MP3, USB, entrada auxiliar, bluetooth, 6 alto-falantes premium sound e outros utilidades. A transmissão era manual de seis velocidades (apesar da versão topo ter como opção o câmbio automático também). O charme da versão LTZ se completa com teto solar elétrico e rodas de 17 polegadas com design exclusivo.

Um interior confortável, acabamento requintado e boa ergonomia são umas das principalmente características desse modelo, que preza pelo capricho e a qualidade os materiais aplicados. Achar uma posição correta para dirigir não é problema para quem anda no Cruze, o motorista conta regulagens do banco (altura, distância e encosto de cabeça), volante (altura e profundidade) com regulagem manual e retrovisores elétricos (com desembaçador). Porém, a visibilidade traseira do hatch fica um pouco prejudicada pelo uso do vidro inclinado na tampa do porta-malas: os apoios de cabeça não são do tipo que se embutem no encosto e invadem a cena a cada consulta ao retrovisor interno.

Comparado ao sedã, o hatch é 8,7 cm mais curto (4,51 ante 4,60 metros), diferença essa que pode ser observada a partir do eixo traseiro. A capacidade do porta-malas caiu de 450 para 402 litros. Porém, o formato da tampa ampliou o vão de entrada e as dobradiças em formato de alça foram eliminados, melhorando o acesso ao porta-malas.

O Cruze Sport 6 LTZ é equipado com um motor 1.8 litro 16v Ecotec 6 de 140/144 cv e 17,8/18,9 kgfm de torque (gasolina/etanol) com cabeçote e cárter de alumínio. O prazer de dirigir é garantido para quem está atrás do volante do hatch, além de um bom desempenho nas acelerações, ao pisar com o pé direito no acelerador, as respostas são rápidas e precisas, proporcionando muita segurança em ultrapassagens. Dotado de uma boa arrancada, o hatch da Chevrolet conta ainda com uma direção elétrica, excelente para manobras e um câmbio curto de seis marchas, focado na esportividade, com trocas macias e precisas, porém apresenta algumas pequenas “batidinhas” se o condutor trocar apressado.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2 3Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

2 Comentários

    1. The Cruze is beautiful, wish I could buy it but I’m 70 years old and my ole 2004 Jeep Cherokee will be paid off in October of this year. Will be the first time in my life I wont have a car paemnyt.By the way, I retired from being an Escrow Officer at a Title Company when I turned 65. I closed Mr. Frede years ago on his home.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo