AntigosNotícias

Auburn Speedster 852 Eight Supercharger “Boattail” 1936: Incomparável!

Fotos: Renato Pereira

Costumo pensar que nasci no país na época errados. Não, não se trata de não ser patriota, amo meu país, mas é que… para qualquer um que tenha paixão por mecânica, pioneirismo, design, experimentos etc, a época de ouro está lá nos anos de 1900 na Europa e Estados Unidos. Praticamente tudo o que vemos (e enaltecemos…) hoje como grandes avanços são oriundos dos primórdios do mundo automotivo, apenas repaginados e/ou produzidos com novos materiais. Quando o assunto é design e estilo, então, a tristeza aumenta. Hoje, é uma dificuldade distinguir-se um modelo de outro da mesma montadora e mais difícil ainda distinguir-se um modelo de uma montadora e outra. Já no começo de tudo, o desafio de criar carrocerias com belas linhas, em conjunto com mecânicas irretocáveis, produziu automóveis deslumbrantes e eficientes, como o icônico Auburn 852 Eight Supercharged Speedster 1936!

A Auburn Automobile Company foi criada por Frank e Morris Eckhart em 1874 em Indiana, Estados Unidos, que decidiram transformar a empresa do pai, Charles Eckhart, em uma fabricante de automóveis, adquirindo duas pequenas empresas e se estabelecendo em sua sede própria em 1909. Como tantas outras histórias mostram, a Auburn foi uma empresa de grande sucesso até que as guerras, sempre as guerras e a idiotia humana que as produz, obrigaram a empresa a fechar suas portas, devido a escassez de materiais, total falta de mão de obra e, claro, clientes com dinheiro. Antes disso, os irmãos Eckhart venderam a Auburn Automobile Company para um grupo de investidores de Chicago liderado por Ralph Austin Bard (mais tarde subsecretário da Marinha dos presidentes Roosevelt e Truman). Os novos proprietários incrementaram o negócio até que Errett Lobban Cord, um vendedor de automóveis de grande sucesso, adquiriu a empresa em 1924. Porém, nem o estilo belíssimo e a excepcional engenharia empregados nos modelos da fábrica foram páreos para a recessão econômica da época da Depressão e, junto com a Cord e a Duesenberg, encerrou definitivamente suas atividades em 1937.

Durante sua vida, a Auburn Automobile Company criou alguns dos mais belos e desejados automóveis da história. O modelo de 1904 foi um exemplo da beleza e elegância da época, com sua tampa tipo Tunneau cobrindo o assento traseiro quando desocupado ou mantendo o que seria o porta-malas fechado. Movido por um motor monocilindrico com 10 Cv acoplado a uma transmissão de 2 velocidades e pesando 680 kg, podia transportar 2 ou 4 passageiros.

Já sob a batuta de Cord e em parceria com a Duesenberg Corporation, em 1926 a Auburn projeta seus novos modelos, destinados ao segmento de alto luxo e desempenho. Os projetistas Alan Leamy e Gordon Buehrig se superaram, e de suas cabeças sairam o Speedster 1933, o Speedster 851 em 1935

e o fabuloso Auburn Speedster 852 Eight Supercharger “Boattail”em 1936. Poucas vezes o mundo dos automóveis se deparou com um exemplar que reunisse tamanha beleza e harmonia de linhas com tão avançada e refinada tecnologia mecânica, como mostrarei a seguir.

O 852 utilizava um motor 8 cilindros em linha com 4,6 litros (280cu.), 16 válvulas, carburador Stromberg de corpo duplo, compressor centrífugo (turbo) Schwitzer-Cummins, 150 Cv de potência máxima (115 Cv sem o turbo), acoplado a uma transmissão de 3 marchas e um diferencial duplo Columbia (com regulagem através de um interruptor no volante, para baixas e altas velocidades), que levava o exuberante Speedster a 160 km/h!

A carroceria curvilínea, a linha reta do capô do motor, saindo do radiador e chegando ao pára-brisa bipartido, bastante inclinado, cintura alta inclinando-se para baixo até terminar no “bico” da tampa traseira, que formava um desenho tão parecido com um barco que rendeu ao 852 seu eterno apelido de Boattail. As saidas de ar no capô, e os tubos cromados corrugados externos emprestavam a agressividade que a harmonia das linhas escondiam.

Interiormente, fica difícil, para não dizer impossível, encontrar o mínimo defeito. Painel de instrumentos bem desenhado, instrumentos da melhor qualidade possível, acabamento irrepreensível, bancos confortáveis, tudo o que até hoje procuramos em um automóvel e raramente encontramos.

Ficha Técnica: Auburn Speedster 852 Eight Supercharger “Boattail” 1936

Motor: Dianteiro, longitudinal, bloco em ferro fundido, oito cilindros em linha, duas válvulas por cilindro, cabeçote em alumínio, 4,6 litros (4.589cc / 280.0 cu. in.), 1 carburador de fluxo descendente, corpo duplo, Stromberg, compressor centrífugo Schweitzer-Cummins, 150 Cv de potência máxima a 4.000 Rpm.

Transmissão: 3 marchas a frente e uma à ré (2ª e 3ª sincronizadas), disco de embreagem simples, diferencial duplo, tração traseira.
Suspensões: Dianteira: molas semi-elípticas, amortecedores hidráulicos; Traseira: molas semi-elípticas, amortecedores hidráulicos.

Direção: Pinhão e cremalheira

Freios: A tambor nas 4 rodas, com assistência hidráulica.

Rodas e pneus: Rodas em aço estampado, cromadas. Pneus: 6.50 x 16”

Carroceria: Em chapas de aço, estrutura em aço, 2 portas, 2 + 2 lugares.

Dimensões: Comprimento – 4.930mm; Largura: 1.800mm; Peso: 1.700 kg

Velocidade Máxima: 160 km/h

Preço na época: U$ 2,245

Preço atual: U$ 600,000

 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo