LançamentosNotícias

“É bonito ser feio”: Jeep Cherokee 2015 chega ao Brasil

Fotos: Divulgação

O Jeep® Cherokee volta ao mercado brasileiro completamente renovado, em sua quinta geração, com linhas ousadas e de gosto duvidoso. O modelo, que está chegando às 43 concessionárias do Chrysler Group do Brasil, representa uma nova referência no segmento de SUVs médios de luxo, entregando design, tecnologia, mecânica e comportamento dinâmico em elevados patamares, sem perder traços do DNA da marca Jeep, desde características de estilo à reconhecida capacidade off-road.

“O Jeep Cherokee exibe um estilo novo, câmbio automático de nove marchas, motor avançado, alta capacidade off-road com dois inovadores sistemas 4×4, mais de 60 itens de segurança e muitos recursos de tecnologia”, disse Mike Manley, presidente e CEO mundial da marca Jeep.

Segundo modelo da Jeep no Brasil a ser reformulado em 2014, depois do topo de linha Grand Cherokee, o novo Jeep Cherokee já está disponível na versão Limited. No final do ano, passarão a vir também as configurações Longitude (de entrada) e Trailhawk, mais voltada para o uso off-road, tanto no visual quanto nas especificações técnicas. Os preços sugeridos são: R$ 159.900 (Longitude), R$ 174.900 (Limited) e R$ 189.900 (Trailhawk). O modelo é produzido nos Estados Unidos, na histórica e recentemente modernizada fábrica da Jeep em Toledo, Ohio.

O novo Jeep Cherokee estreia um estilo inédito para a marca, pensado para o futuro e com apelo global. Os designers foram instados a criar um veículo que impulsione a Jeep para uma nova era, mas mantendo detalhes da herança que vem desde 1941. As linhas externas podem ser divididas entre a fluidez da parte superior da carroceria, e a robustez da metade inferior.

O primeiro elemento-chave no Jeep Cherokee é o capô com efeito cascata, com a tradicional grade de sete aberturas destacando uma dobra horizontal, resgatada de vários clássicos da Jeep, como o Wrangler de 1987 a 1995 (código YJ).

Outro destaque na dianteira é o conjunto ótico, dividido em três partes, onde se sobressaem as afiladas luzes diurnas de LEDs na posição superior, que parecem ser os faróis principais, de duplo xenônio (nas versões Limited e Trailhawk). Estes, na verdade, são as luzes centrais. As inferiores são os faróis de neblina. Também são de LEDs as lanternas de trás.

A versão Trailhawk, por sua vez, aumenta o apelo de robustez, fazendo jus ao maior potencial fora de estrada, garantido pelo emblema Trail Rated, até então inédito no Brasil. Esse selo é aplicado apenas à configuração mais preparada para a prática do off-road dentro da linha de determinado modelo. Os para-choques são mais agressivos (para melhorar os ângulos de entrada e saída), há detalhes em vermelho, como os ganchos de reboque, e outros que na versão Limited são cromados ou prateados, na Trailhawk são pintados de preto.

Por dentro, o Jeep Cherokee é tão ou mais moderno quanto por fora, além de ser aconchegante e confortável. O design sofisticado evidencia o emprego de materiais de alta qualidade e acabamento cuidadoso. De modo geral, a cabine é suave ao toque e agradável aos olhos, tanto para o motorista quanto para os passageiros.

O novo Jeep Cherokee oferece recursos tecnológicos de última geração e ao mesmo tempo fáceis de usar. No quadro de instrumentos, o motorista tem acesso a uma série de informações sobre o veículo numa tela LCD TFT de até 7 polegadas, sem que ele tenha de tirar as mãos do volante e os olhos da pista.

Entre os dados disponíveis estão coordenadas de navegação, velocidade, consumo instantâneo de combustível, avisos de segurança, informação de áudio e até o modo do controle de tração Selec-Terrain, renovado para o Cherokee.

No centro do painel está o premiado sistema multimídia Uconnect com tela de toque de até 8,4 polegadas, com seus comandos atraentes e acessíveis. Por meio desse LCD é possível controlar as funções de som, climatização, aquecimento e ventilação dos bancos dianteiros, navegação GPS, telefone, entre outros. O sistema inclui conectividade Bluetooth, com capacidade de reprodução por streaming de áudio, além de entradas USB, auxiliar analógica e para cartão SD. O som é distribuído por até nove alto-falantes e um subwoofer.

O novo Jeep Cherokee conta com um conjunto mecânico do mais alto nível, com o primeiro câmbio automático de nove marchas do Grupo Chrysler, que colabora para fazer da condução mais suave possível, em qualquer condição. Essa caixa 948TE, da ZF, equipa todas as versões do novo SUV, proporcionando acelerações fortes e entrega progressiva da força, com trocas de marchas quase imperceptíveis. Naturalmente, ela ajuda muito a reduzir o consumo de combustível.

A transmissão consegue tirar o melhor rendimento possível de outra novidade no Grupo Chrysler, o motor Pentastar V6 de 3,2 litros. Primeira variação do consagrado Pentastar V6 3.6, ele entrega 271 cv de potência e 32,2 kgfm de torque. Tudo isso com baixíssimos níveis de ruído, vibração e aspereza, e ainda com a capacidade de rebocar 2.041 kg, quando equipado com o kit específico de engate da Mopar.

Essa combinação tão especial de propulsor e transmissão é apenas uma das razões do refinado comportamento dinâmico do Jeep Cherokee. O chassi também tem enorme contribuição para o conforto de rodagem e ótima estabilidade apresentados pelo mais novo SUV médio de luxo do mercado. Com cerca de 65% da estrutura feita de aço de alta resistência, o Cherokee tem um monobloco extremamente forte e sólido, de alta rigidez torsional. É a base ideal para as suspensões independentes trabalharem com precisão. Na dianteira, a arquitetura é McPherson e na traseira, multilink, com subchassi nos dois eixos. A direção, de assistência elétrica, segue o mesmo padrão de excelência. Ela opera com mais suavidade e eficiência e menos ruído que um sistema hidráulico.

Equipando as versões Longitude e Limited do novo Jeep Cherokee, o sistema Jeep Active Drive I tem unidade de transferência de força totalmente automática, fazendo a tração se tornar integral sempre que necessário em situações de falta de aderência. No asfalto, ela ajuda a corrigir o subesterço e o sobre-esterço, por exemplo. Fora dele, o sistema faz o SUV superar terrenos variados, sempre com mais segurança.

Na configuração Trailhawk, o sistema utilizado é o Jeep Active Drive Lock. Ainda mais avançado, ele adiciona bloqueio de diferencial traseiro e reduzida. Outros recursos exclusivos também voltados para a prática do fora-de-estrada mais exigente são o controle de descida (HDC) e o controle de velocidade off-road, que opera no plano e em subidas. Com esses equipamentos, que formam o Selec-Speed Control, o Jeep Cherokee administra automaticamente a velocidade em níveis baixíssimos e seguros, para ultrapassar pedras, descer e subir grandes obstáculos e percorrer pisos de baixa aderência, deixando o motorista responsável apenas por controlar a direção.

Em ambos os sistemas de tração 4×4, o renomado controle de tração Selec-Terrain se faz presente. No Active Drive I, o botão seletor tem os modos Auto, Snow (neve), Sport e Sand/Mud (areia/lama), proporcionando o melhor controle possível nessas situações de terreno e condução. O Selec-Terrain atua eletronicamente em 12 sistemas, incluindo motor, câmbio, freios, controle de estabilidade (ESC), entre outros. Com a tração Active Drive Lock, do Jeep Cherokee Trailhawk, o Selec-Terrain tem ainda a opção Rock (pedra).

O Jeep Cherokee Trailhawk é o primeiro modelo da marca no Brasil a ter o selo de excelência off-road Trail Rated, da Jeep. Por todos seus diferenciais, de estilo e equipamentos, trata-se da versão do Cherokee mais capaz para a condução off-road. Receber o emblema “Trail Rated” nos para-lamas dianteiros indica que o veículo passou por uma série de testes fora de estrada criados pela Jeep nos seguintes parâmetros: tração, articulação, distância do solo e capacidades de manobra e de imersão.

Os ângulos de entrada e saída – 29,8° e 32,1°, respectivamente – são maiores que nas outras versões devido aos para-choques exclusivos. Os pneus, de uso misto, também são mais apropriados para rodar em terrenos não asfaltados. O sistema Jeep Active Drive Lock conta com bloqueio do diferencial traseiro, que pode ser acionado a qualquer momento com a reduzida, e entra em ação automaticamente em certos modos do Selec-Terrain, como o “Rock”, para maximizar a reduzir a capacidade de tracionar.

Mantendo uma tradição do Grupo Chrysler, o novo Jeep Cherokee foi desenvolvido para ter mais de 60 itens de segurança ativa e passiva. Esse cuidado já começa no monobloco, no qual 65% da estrutura é de aço de alta resistência. Além disso, há sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um para os joelhos do motorista), apoios de cabeça dianteiros ativos, controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle eletrônico de rolagem (ERM), câmera de ré ParkView com linhas dinâmicas, freios ABS, entre outros itens.

Todos os ocupantes do novo Jeep Cherokee recebem tratamento especial que vão além do silêncio do conjunto mecânico e do conforto das suspensões. A começar pelo espaço para as pernas dos passageiros de trás, muito superior ao da geração anterior. Dividido em 60/40, o banco traseiro também é reclinável e corrediço. Nas versões Limited e Trailhawk, o teto panorâmico CommandView proporciona uma sensação de amplitude e liberdade sem igual. E os bancos dianteiros dessas configurações também são aquecidos/ventilados e reguláveis eletricamente, incluindo ajuste lombar.

A versatilidade para o transporte de carga também é enorme. Na lateral esquerda do porta-malas há o sistema Jeep Cargo Management System – um rack no qual é possível abrigar objetos menores ou prender ganchos para fixar sacolas e acessórios Mopar para aplicações específicas.

O novo Jeep Cherokee já conta com uma série de acessórios da Mopar disponíveis nas concessionárias, para quem busca personalizar o veículo ou simplesmente deixá-lo ainda mais prático às suas necessidades. A lista – que hoje engloba 28 itens e será ampliada ao longo do tempo – inclui itens extremamente úteis e pouco comuns, como canil portátil dobrável, para o porta-malas, e um carregador de celular sem fio.

A relação é completada pelos seguintes acessórios de estilo ou funcionalidade: adesivo preto de capô, apliques cromados de coluna, bolsa multiuso, capa de retrovisor cromada, capa para porta-bagagem de teto, capa protetora com logos Jeep e Cherokee, conjunto de luzes de ambientação da cabine, cooler dobrável com alça de transporte, divisor de carga dobrável, gancho de carga para porta-malas, maçaneta externa cromada, para-barro moldado, pedais esportivos, porta-bagagem de teto, protetor de cárter para off-road, protetor da suspensão dianteira, protetores do tanque de combustível, racks de teto, sacola para porta-malas, tapetes de borracha para assoalho e três tipos de tapete de proteção do porta-malas.

Fonte: Comunicação Chrysler

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo