Coluna “De carro por a√≠” por Roberto Nasser

Postado em: 18, Março 2017 por Roberto Nasser

Surpresa e susto, o Honda WR-V

Surpresa. Em janeiro Honda promoveu evento de integração com jornalistas: mostrou fábrica, laboratório, acesso a engenheiros, mostrou e deu características de seu futuro produto, o ora apresentado WR-V.

Tudo insólito, desde a visita e o fraquear contatos, coisa diluída nas duas décadas de distanciamento entre empresa e imprensa, e também pelo importante fato de ser projeto gestado no Brasil, ao contrário do HR-V, lançamento de sucesso. Para diferenciar-se pretendia-o como degrau de entrada, em imaginados R$ 70 mil. E disse dos cuidados para o comportamento como SAV: reformulação da plataforma, da suspensão, perseguindo correção de comportamento para um produto de elevada altura livre do solo, 20,7 cm.

Exibiu dados de √°varo consumo para o anunciado conjunto moto propulsor, o motor L4, 1,5 litro, 116 cv com √°lcool e 115 cv quando queimando gas√°lcool. Transmiss√£o, a atual mania mundial, t√£o racional quanto insosso, o sistema de polias vari√°veis.

Proposta da empresa foi anunciada como vontade de conquistar clientes para segmento inferior de pre√ßos, pois o WR-V seria o primeiro degrau da marca em tal especialidade. Hoje os ve√≠culos com morfologia assemelhada a SAV e SUV respondem por quase 1/5 das vendas no mercado leve. Apresentou-o como SUV ‚Äď entretanto, no caso, tal conceito se funde com o de hatch.

√Č bem formulado, com aplica√ß√Ķes econ√īmicas em couro, incremento ao uso de pl√°sticos bem cuidados e bem ajustados, caracter√≠sticas para auxiliar na imagem do utilit√°rio esportivo maior, mais alto, mais imponente relativamente ao bem sucedido WR-V. Contou a favor o fato de tal vers√£o ser projeto nacional, raridade entre as fabricantes nip√īnicas, seguidoras de todas as especifica√ß√Ķes enviadas pelas matrizes. Orgulho nacional conceito e formula√ß√£o ser√£o replicados pela Honda em outros pa√≠ses em desenvolvimento ‚Äď entenda-se como uma das parcelas para este resultado, ruas e caminhos de piso ruim. Mercado amplo, como por exemplo o da Am√©rica Latina. Industrialmente empresa tem capacidade instalada para atender a eventual demanda.

Susto ocorreu com o an√ļncio de pre√ßos: EX a R$ 79.400 e EXL  por R$ 83.400.

Aposta

Honda resolveu bancar seu cacife, pois morfologicamente o WR-V n√£o √© um SAV, menos ainda o SUV onde se exige tra√ß√£o total, por√©m vers√£o esportivizada do Fit, fornecedor de sua base e arquitetura mec√Ęnica. Mas os pre√ßos s√£o superiores aos dos concorrentes de maior porte, e em alguns casos de aproxima dos dotados de transmiss√£o autom√°tica, adjut√≥rio de maior pre√ßo.

√Č bem recheado: c√Ęmbio CVT; rodas em liga leve aro 16‚ÄĚ, dire√ß√£o com assist√™ncia el√©trica, freios com ABS/EBD, luzes diurnas, piloto autom√°tico, volante revestido em couro portando controles para r√°dio e sistema de som, para brisas d√©grad√©e, vidros verdes com filtro a raios Ultra Violeta, c√Ęmera de r√©, trio el√©trico e fixadores Isofix para cadeira infantil. Vers√£o EXL incrementa confortos eletr√īnicos, como tela sens√≠vel ao toque, 17,5 cm. Curiosamente n√£o agregaram o ESC, programa de estabilidade, mandat√≥rio ao produto com ampla superf√≠cie lateral e elevada altura do solo.

Mantém um dos pontos altos do Fit, os multi arranjos com os bancos, e completa o projeto de identificação emprega bancos revestidos em tecido com apliques em corajosa cor laranja, adotada para dar luminosidade interna e mostrar atrevimento, atributo bem combinado com a noção de robustez e valentia pretendidas pelo WR-V.

Honda intenta vender 17 mil unidades anuais em meio a tantas novidades no setor, motores de maior cilindrada, maiores dimens√Ķes.

Roda-a-Roda

Ferrari 70 ‚Äď Dia 12 Ferrari completou sete d√©cadas, longo caminho entre o in√≠cio como carro de corridas constru√≠dos artesalmente e a situa√ß√£o atual de ser referencia como grife e status. Como contou Coluna, far√° s√©ries especiais com itens assinalativos, como cores, para referenciar sua hist√≥ria.

Aprendizado РAcordo entre os grupos Volkswagen, através de sua marca Sköda e a indiana Tata, busca sinergias, em especial construção de veículos de baixo preço, característicos daquele grande mercado.

Logan ‚Äď Aparentemente os alem√£es pretendem criar produto ‚Äď e eventualmente marca ‚Äď para ve√≠culos mais simples e baratos para atender a pa√≠ses em desenvolvimento. No Ocidente Renault fez isto com o Logan.

F√≥rmula certa – Ap√≥s o sucesso do Tesla, l√≠der em tecnologia e estilo dentre autom√≥veis el√©tricos nos EUA, outra marca, Dubuc Motors Inc, apresenta o Tomahawk, consegue m√≠dia, coloca a√ß√Ķes na pra√ßa para se capitalizar e aplicar no empreendimento.

Especial – Primeiro esportivo, 2+2, autonomia superior a 600 km, e para acomodar motoristas de elevada altura, usualmente desconsiderados pelos fabricantes. Para reserva, dep√≥sito de US$ 5 mil atrav√©s do s√≠tio da empresa www.dubucmotors.com  

Acima ‚Äď Audi apresentou o irm√£o mais forte do A3, o Ambition 2.0. Diferen√ßas est√£o no propulsor tamb√©m com inje√ß√£o e turbo gerando 220 cv e a cereja do bolo: o cockpit virtual, tela digital, 30,5 cm com informa√ß√Ķes em gr√°ficos de alta resolu√ß√£o. √Č o primeiro compacto premium com tal equipamento.

Mais ‚Äď Para identific√°-lo, outro design para os far√≥is, grades e para choques, teto solar, retrovisores externos aquec√≠veis e rebat√≠veis, comuniza√ß√£o de partes com o modelo maior A4: volante, console central. Torque de 350 Nm entre 1.500 e 4.400 rpm d√£o √≥timas respostas ao acelerador ‚Äď 0 a 100 km/h em 6,9s e velocidade final cortada a 250 km/h. R$ 156.190.

Importados ‚Äď Mercado dos ve√≠culos importados mant√©m queda de vendas. Primeiro bimestre do ano encolheu 44,5% relativamente a id√™ntico per√≠odo do exerc√≠cio passado. Foram 3.631 vendas contra 6.543 ent√£o anotadas.

Quest√£o ‚Äď Regulamenta√ß√£o imposta pelo Governo Federal aplicou ao Imposto de Importa√ß√£o, j√° no teto m√°ximo, 30 pontos percentuais, fazendo disparar pre√ßos. E estabeleceu uma cota de exce√ß√£o de 4.800 unidades por marca.

Setor ‚Äď H√° marcas sem utilizar a totalidade das cotas, e associa√ß√£o dos importadores requereu ao MDIC – minist√©rio da Ind√ļstria, Com√©rcio Exterior e Servi√ßos, distribuir as remanescentes. Razia nas vendas, setor √© o mais sofrido, dizimando rede de revendedores e empregos. Os importados por marcas sem fabrica√ß√£o local representam p√≠fio 1,46% do mercado.

De novo ‚Äď Mini Countryman volta ao mercado brasileiro em nova edi√ß√£o, maior, mais espa√ßoso e uso mais confort√°vel, incrementado em eletr√īnica para condu√ß√£o, e motor: 2 litros, L4, 16V, turbo, 218 cv.

Ser√° importado, ao contr√°rio do modelo anterior, montado no Brasil. R$ 145 mil.

Mercosul ‚Äď Em seu projeto de aumentar mercado, PSA combinou com seu representante no Uruguai EASA e com montadora local Nordex, montar os novos Peugeot Express e Citro√ęn Jumpy. A grosso modo concorrentes do Mercedes-Benz Vito. Capacidade de produ√ß√£o 6.000/ano para Am√©rica Latina.

Peso ‚Äď Para tirar d√ļvidas quanto √† densidade da opera√ß√£o, Carlos Tavares, presidente da multi PSA foi a Montevideu assinar os contratos e demarrar a produ√ß√£o. Sob sua gest√£o PSA est√° na segunda parte de seu projeto, o Acelera para Ultrapassar. Adequado, quando mais novo Tavares era piloto de rallyes.

5 estrelas ‚Äď Golf VII, brasileiro, e Seat Ateca, espanhol exportado para a Am√©rica Latina, obtiveram 5 estrelas nos testes de impacto realizados pela LatinNCAP. Entidade privada analisa e busca conscientizar governos sobre a necessidade de impor obrigatoriedade de itens de seguran√ßa. Testes indicaram prote√ß√£o aos adultos e crian√ßas.

In√≠cio ‚Äď Rec√©m empossado presidente da Jaguar Land Rover, o franc√™s Fr√©d√©ric Drouin aprovou proposta interna para aumentar a fideliza√ß√£o do cliente √†s oficinas da marca. Programa de cinco anos, revis√Ķes a partir de R$ 3.000 para todo o per√≠odo, em verifica√ß√Ķes padr√£o e troca de √≥leos e filtros.

Banco ‚Äď N√£o √© opera√ß√£o de engenharia de manuten√ß√£o, mas banc√°ria. Cliente paga antecipadamente m√©dios 30 meses pelos servi√ßos. M‚Äôsieur Drouin √© do ramo. Foi presidente do Banco PSA no Brasil.

Futuro ‚Äď Steve St. Angelo, CEO da Toyota na Am√©rica Latina fez declara√ß√£o interessante. Seu time treina a pr√≥xima gera√ß√£o dos diretivos da Toyota Brasil. Quer fazer o pioneirismo de indicar um brasileiro como pr√≥ximo presidente local.

A bordo ‚Äď Shell e Jaguar criaram programa permitindo ao motorista, sem sair do carro, pagar o abastecimento diretamente do telefone com tela sens√≠vel. Por enquanto para o SUV F-Pace, na Inglaterra. Mais? youtu.be/lnR1qdgA-SU  

Mais ‚Äď Se na Inglaterra √© de uso restrito ao Jaguar, aqui vale a democracia: funciona a partir de qualquer carro em postos Shell ajustados ao sistema. Chama-se Shell Box com APP baix√°vel.

Moda ‚Äď Pr√©dios com assinatura de est√ļdios de design de autom√≥veis, ou relacionado √†s marcas Premium, moda atual em Miami, onde os h√° desenhados pelo Studio Porsche, Pininfarina, Bentley. Empres√°rio argentino Alfredo Coto apresentou empreendimento no ramo: Aston Martin Residences.

Marca ‚Äď Bem localizado, foz do rio Miami, 66 andares, 390 apartamentos, elevador para levar o carro do propriet√°rio at√© o apartamento. Charme adicional, venda e assist√™ncia de lanchas com griffe Aston Martin, ancoradouro e hangar especial para avi√Ķes particulares. Pre√ßos sem susto, come√ßam a US$ 471.000. Cobertura no rec√©m inaugurado Porsche foi vendida a US$ 8M.

Limpa ‚Äď Motos KTM 200 e 390 Duke austr√≠acas montadas em Manaus, vendidas em mar√ßo com b√īnus de R$ 1.000, respectivos R$ 15 mil e R$ 21.000.

Compartilhar ‚Äď Class1One, grupo paulista de fractional ownership ‚Äď propriedade em parceria -, reunindo interessados para dividir custo e uso de avi√Ķes, helic√≥pteros, barcos e autom√≥veis caros, incluiu moto Ducati no rol.

Com√©rcio ‚Äď Despedido por baixa performance, vendedor de Ferrari na Fl√≥rida, denunciou a empresa por alterar od√īmetro e reduzir a quilometragem dos ve√≠culos usados da marca, aumentando seu valor. Manobra √© crime federal, mas a Ferrari desenvolvera instru√ß√Ķes de como usar processo eletr√īnico e acionado com sua permiss√£o. N√£o est√° bem na foto.

Ecologia ‚Äď Ford amplia estudos sobre materiais recicl√°veis para formar pe√ßas de autom√≥veis. Pesquisa inclui goma de mascar, meias-cal√ßas, collants, e a agave, planta no Brasil utilizada em paisagismo, e base para a Tequila mexicana.

Fruta ‚Äď Das folhas do abacaxi a designer espanhola Carmen Hijosi conseguiu fazer tecido para bancos e laterais, o Pi√Īatex. Ford √© pioneira na tentativa de mesclar produtos agr√≠colas com produ√ß√£o de autom√≥veis. Em 1941 construiu prot√≥tipos de carrocerias a partir de soja.

Fora ‚Äď Nove equipes, 20 caminh√Ķes e pilotos n√£o competir√£o no Campeonato Brasileiro de F√≥rmula Truck. S√£o os de maior destaque na categoria e aus√™ncia √© pela falta de di√°logo com organizadores, de calend√°rio e perspectivas.

Momento ‚Äď Gest√£o de Waldner Bernardo, o Dadai, e Selma Moraes, Presidente e Vice da Confedera√ß√£o Brasileira de Automobilismo come√ßa movimentada.

Gente ‚Äď Fr√©d√©ric Drouin, franc√™s, ex-presidente da Peugeot Suisse, mudan√ßa. OOOO Presidente da Jaguar Land Rover no Brasil. OOOO Larga experi√™ncia com o pa√≠s e autom√≥veis locais. OOOO Presidiu Peugeot no Brasil e dirigiu o banco da marca. OOOO Trabalho amplo, inclui Am√©rica Latina e Caribe. OOOO Promo√ß√Ķes na √°rea financeira da FCA, Fiat Chrysler Automobile: Jo√£o Laranjo, ex CFO ‚Äď diretor financeiro ‚Äď promovido para o atualmente tremelicante Nafta ‚Äď EUA, Canad√° e M√©xico. OOOO Emanuele Cappellano, italiano, da √°rea, substituto. OOOO Paul Henbery, l√≠der Pirelli Am√©rica Latina. OOOO Antes cuidava de Motorsport. OOOO Tomara mantenha o interesse e o torne construtivo no Continente. OOOO Doug Betts novo VP Senior da JD Power, empresa de pesquisa. OOOO Do ramo, ex FCA, Nissan, Toyota, Apple. OOOO Cuidar√° toda a divis√£o automotiva nas Am√©ricas, Europa e √Āsia-Pac√≠fico. OOOO Martin Daum, alem√£o, da √°rea econ√īmica, n¬ļ 1 de caminh√Ķes e √īnibus na Daimler ‚Äď dona da marca Mercedes. OOOO Comandava a opera√ß√£o das opera√ß√Ķes Mercedes, Freightliner, Western Star, Thomas e Detroit Diesel Corporation no Nafta. OOOO Interrompe o processo sucess√≥rio, antes encaminhado para seu antecessor Wolfgang Bernhard. OOOO

Tag Cloud

Deixe um comentario

(*) Campos obrigatórios
ATENÇÃO: Todos os comentários postados nesse site, terão que ser aprovados pelo moderador e não irá aparecer automaticamente. Não serão permitidos comentários ofensivos contra a marca e os leitores, como palavrões. O texto tem que ser digitado em letras minúsculas respeitando as regras da nossa gramática. Comentários que não sejam sobre o assunto da matéria serão descartados. Ao postar um comentário, quer dizer que você concorda coma s regras acima. Obrigado.

© COPYRIGHT2017 CarPoint News - Todos os direitos reservados É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito