Coluna Fernando Calmon – DE FATOS A BOATOS

Postado em: 25, janeiro 2019 por Fernando Calmon

Come√ßo de ano dos mais movimentados, tanto no Brasil quanto no exterior. Entre as not√≠cias que chamaram aten√ß√£o, um comunicado interno da GM interpretado como possibilidade da empresa se retirar do Pa√≠s. N√£o h√° sustenta√ß√£o nos fatos. Depois de anunciar, em 2018, 20 novos produtos, de 2019 a 2022, al√©m de 10 ‚Äús√©ries especiais‚ÄĚ, fica claro que este risco √© remot√≠ssimo.

Frases de um comunicado interno na sede de S√£o Caetano do Sul (SP), vazado para a Imprensa, referindo-se √† presidente mundial da companhia, Mary Barra, ter anunciado que n√£o vai ‚Äúinvestir onde perde dinheiro‚ÄĚ e que poderia lan√ßar m√£o de ‚Äúop√ß√Ķes‚ÄĚ, √© muito vago. Nada de novo, pois investir e perder dinheiro continuamente √© para quem pratica dumping (impens√°vel) e descontinuar uma opera√ß√£o pequena na Col√īmbia, por exemplo, se enquadraria na afirmativa.

Estratégia de comunicação da empresa certamente não foi a melhor e o silêncio, depois, em nada ajuda. O ano passado, apesar do crescimento de 14,6% do mercado, foi ruim em resultados para quase todos os fabricantes pela desvalorização cambial, greve de caminhoneiros e grandes descontos em vendas diretas.

A pr√≥pria GM, no entanto, conseguiu avan√ßos nos √ļltimos anos na Am√©rica do Sul. Agora, em 11 de janeiro, relatou a investidores nos EUA ter reduzido em 40% o ponto de equil√≠brio do seu balan√ßo na regi√£o. Financeiramente resolve pouco, mas vai na dire√ß√£o correta.

Antes, Ford e VW anunciaram no segundo dia do Sal√£o de Detroit, semana passada, que v√£o colaborar no desenvolvimento de picapes, vans comerciais, al√©m de carros aut√īnomos e el√©tricos. Trata-se de uma alian√ßa, mas sem capital acion√°rio envolvido. Confirmaram que em 2022 a nova Amarok ter√° a mesma base da futura Ranger.

Essa é só metade da história. Se a Ford tornou-se a maior fabricante de picapes do mundo, a VW tem essa posição em automóveis e nas vendas mundiais de veículos. A marca americana há pouco anunciou drástico enxugamento na Europa, resultado de prejuízos acumulados e do Reino Unido se retirar da União Europeia até dezembro de 2020. Então a contrapartida óbvia seria a fabricante alemã produzir automóveis e crossovers para a Ford, em nível mundial.

Prematuro prever sinais de fus√£o ou algo parecido, por√©m a aproxima√ß√£o entre as duas marcas ser√° muito maior do que o estabelecido nesse momento. Opera√ß√Ķes da Autolatina no Brasil, criada em 1987 e desfeita entre 1994 e 1996, mostram que as duas empresas sabem, perfeitamente, o certo e o errado.

O Sal√£o de Detroit mostrou entre as atra√ß√Ķes o Shelby GT 500 (Mustang modificado com mais de 700 cv), o novo SUV Ford Explorer e o retorno do Toyota Supra (base mec√Ęnica e chassi do BMW Z4), um cup√™ que estava fora de produ√ß√£o h√° 17 anos. Para o Brasil surgiu o novo Toyota RAV4 e o presidente da FCA, Mike Manley, confirmou a exporta√ß√£o dos EUA da picape m√©dia RAM 1500, mas n√£o falou sobre produ√ß√£o aqui. Carro-conceito Nissan IMs antecipou a vis√£o de um sed√£ grande com um motor el√©trico em cada eixo.

Exposi√ß√£o de Detroit sofreu outro esvaziamento (a partir de 2020 ser√° em junho, n√£o mais em janeiro) em raz√£o da feira de produtos eletr√īnicos, em Las Vegas, uma semana antes. O evento com mais de 4.000 empresas foi ‚Äúinvadido‚ÄĚ por fabricantes de autom√≥veis. Este ano havia nove grupos, inclusive uma nova marca chinesa, a Byton, com um sed√£ e um crossover el√©tricos de estilo audacioso. Exibiam uma tela multim√≠dia de nada menos que 48 pol. de largura, ou seja, de uma porta at√© a outra.

Lá ocorreu a apresentação mundial da nova geração do Mercedes-Benz CLA. A marca alemã não esteve em Detroit. A Ford demonstrou a tecnologia CV2-X para interação entre veículos, infraestrutura viária e pedestres, por meio da rede de dados, para evitar acidentes. O sistema funcionou bem na atual rede 4G, mas a empresa só vai disponibilizá-lo em 2022 quando a 5G estiver mais difundida.

ALTA RODA 

DESENHO da alian√ßa Renault-Nissan permanece indefinido at√© se decidir quem vai mandar, de fato, na futura companhia holding. Fontes do exterior afirmam que estaria esgotado o modelo de participa√ß√£o acion√°ria cruzada, existente h√° 20 anos. Ainda preso no Jap√£o, ren√ļncia confirmada de Carlos Ghosn ao posto m√°ximo na diretoria da Renault, abriria alternativas.

NOVO MERCEDES-BENZ Classe A 250 Vision demonstra como um hatch moderno deve ser. Atualiza√ß√£o de linhas, melhor aerodin√Ęmica (Cx 0,25), motor 2-litros turbo, 224 cv (antes, 211 cv) com respostas vigorosas e porta-malas de 370 litros (29 litros mais).Experi√™ncia de intera√ß√£o por comando de voz (MBUX) funciona bem e √© grande destaque do modelo. R$ 194.900.

RESSALVA: cronograma de transfer√™ncia de produ√ß√£o entre f√°bricas da Honda, de Sumar√© (atual) para Itirapina (nova), mostra WR-V em agosto pr√≥ximo e HR-V no in√≠cio de 2020, segundo fonte da Coluna. Sed√£s City e Civic migrariam apenas no final de 2020 e come√ßo de 2021. A marca japonesa confirma que o Fit come√ßar√° nas instala√ß√Ķes novas agora em fevereiro.

Contatos do autor: fernando@nullcalmon.jor.br e www.facebook.com/fernando.calmon2

Tag Cloud

Deixe um comentario

(*) Campos obrigatórios
ATENÇÃO: Todos os comentários postados nesse site, terão que ser aprovados pelo moderador e não irá aparecer automaticamente. Não serão permitidos comentários ofensivos contra a marca e os leitores, como palavrões. O texto tem que ser digitado em letras minúsculas respeitando as regras da nossa gramática. Comentários que não sejam sobre o assunto da matéria serão descartados. Ao postar um comentário, quer dizer que você concorda coma s regras acima. Obrigado.

© COPYRIGHT2019 CarPoint News - Todos os direitos reservados É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito