Coluna Fernando Calmon – CONVERG√äNCIA TECNOL√ďGICA

Postado em: 6, dezembro 2018 por Fernando Calmon

A maneira de comprar carros vem mudando no mundo e o Brasil acompanhar√° de perto esse cen√°rio. Por isso, n√£o foi surpresa que duas marcas tenham iniciado aqui, de forma quase simult√Ęnea, a introdu√ß√£o da assim chamada concession√°ria digital. Fiat e Volkswagen protagonizaram entre o final de novembro e este come√ßo de dezembro uma esp√©cie de corrida tecnol√≥gica para anunciar a primazia. No exterior, em particular na Europa, onde tudo come√ßou h√° mais de dois anos, esse modelo de neg√≥cio se consolidou.

A Fiat saiu na frente com a concession√°ria Amazonas, na capital paulista. Ambiente foi especialmente projetado para incluir uma intera√ß√£o de forma digitalizada por meio de tel√Ķes de alta defini√ß√£o, totens e tabletes. Mesmo que o comprador n√£o seja especialista ou extremamente ligado em tecnologia, vai apreciar todas as op√ß√Ķes que o sistema oferece. √ďculos de realidade virtual complementam a nova experi√™ncia de compra ao simular a atmosfera interna do ve√≠culo e no√ß√£o de dimens√Ķes. Este recurso, em particular, j√° vinha sendo utilizado aqui pela Audi em suas lojas.

Por outro lado, a Volkswagen atuará de forma mais ampla. Este mês o mesmo sistema estará disponível em 10 concessionárias em todo o País e no primeiro trimestre de 2019 até 30 outras serão abertas na América Latina. Mais do que demonstração de tecnologia, esses recursos permitem grande ganho de tempo e de qualidade de venda. As variedades de equipamentos e de acabamento podem se comparar de forma mais eficiente, no ritmo e disponibilidade do interessado.

Mesmo com a possibilidade de montar ‚Äúilhas‚ÄĚ digitais em lojas j√° existentes, a vantagem mais expressiva √© abertura de novos pontos de vendas a partir de 90 m¬≤, com apenas um ou dois carros em exposi√ß√£o e aumento de efici√™ncia no atendimento. Nas grandes cidades ficou muito caro ou at√© mesmo imposs√≠vel encontrar √°reas bem localizadas para abrigar um arranjo tradicional de showroom.

A concession√°ria digital tamb√©m se enquadra como complemento ideal ao chamado com√©rcio eletr√īnico que avan√ßa no Pa√≠s. Iniciativas mais aprofundadas hoje existentes, da Renault e da Citro√ęn, tendem a se expandir. √Č at√© poss√≠vel um cliente dessas duas marcas completar todo o processo de pesquisa e compra pela internet e ter seu carro novo entregue em casa, mas s√£o casos raros. O interessado estar limitado ao tamanho e resolu√ß√£o de uma tela de celular ou de computador agora deixa de existir. Ele poder√° se integrar a uma loja f√≠sica com todos os recursos modernos.

Sites independentes de compra e venda de ve√≠culos usados pela internet tamb√©m anunciam a possibilidade de atender quem deseja comprar um zero-km a partir de 2019, encaminhando interessados √†s concession√°rias. Esses clientes, digamos mais ‚Äútecnol√≥gicos‚ÄĚ, v√£o apreciar um ponto de venda convergente com suas prefer√™ncias.

ALTA RODA

NISSAN prepara uma surpresa para o SUV compacto Kicks. De olho no acirramento da concorrência com a chegada do T-Cross, terá opção e-Power que tornou o Note o carro mais vendido no Japão. Trata-se de versão elétrica de baixo custo: motor convencional atua apenas como gerador para uma bateria pequena. Sem problemas de autonomia e tempo de recarga.

S√ÉO onze os lan√ßamentos anunciados para 2019 pela GM. Quatro j√° revelados: Bolt, Equinox Midnight e os Camaro cup√™ e convers√≠vel. Dos sete que faltam, probabilidades maiores s√£o: novos Onix e Prisma, novos motores de tr√™s cilindros para estes dois compactos, Cruze hatch e sed√£ Midnight (ou vers√Ķes esportivas RS) e estreia de internet 4G e Wi-Fi a bordo (no Cruze).

RENAULT comemora 20 anos da fábrica paranaense com meta de ampliar participação no mercado de 8,7% para 10% até 2022. Ao confirmar produção do SUV de teto baixo Arkana, o presidente da empresa Luiz Pedrucci previu a necessidade de outro SUV no segmento C. Esse produto (porte do Jeep Compass) ainda está sendo projetado. A Coluna estima lançamento em 2023.

DESTAQUES visuais do novo Camaro s√£o frente, lanternas traseiras e rodas de 20 pol. H√° ainda controle de largada (melhor combina√ß√£o para acelera√ß√£o m√°xima) , ‚Äúaquecimento de pneus traseiros‚ÄĚ (freia as rodas dianteiras e as traseiras patinam √† vontade) e c√Ęmbio autom√°tico de 10 marchas. Retrovisor interno por c√Ęmera, herdado do Bolt, avan√ßo not√°vel.

FINALMENTE, Governo Federal desistiu de ‚Äúenfeitar‚ÄĚ as novas placas padr√£o Mercosul com bandeiras dos 26 Estados e bras√Ķes dos 5.570 munic√≠pios brasileiros. Esses penduricalhos obrigariam o motorista a comprar outro par de placas ao adquirir um ve√≠culo registrado antes em outra cidade. Haver√° atraso na implanta√ß√£o do programa, mas no caso por boa causa.

AP√ďS comemorar cinco milh√Ķes de turbocompressores produzidos no Brasil, quase 80% para motores pesados a diesel, a BorgWarner espera que a sua linha mais recente para motores leves flex poder√° ser impulsionada pelo programa Rota 2030, visando a diminuir consumo de combust√≠vel. Este √© um dos objetivos centrais e exigir√° grande esfor√ßo adicional em pesquisa.

Contatos do autor: fernando@nullcalmon.jor.br e www.facebook.com/fernando.calmon2

Tag Cloud

Deixe um comentario

(*) Campos obrigatórios
ATENÇÃO: Todos os comentários postados nesse site, terão que ser aprovados pelo moderador e não irá aparecer automaticamente. Não serão permitidos comentários ofensivos contra a marca e os leitores, como palavrões. O texto tem que ser digitado em letras minúsculas respeitando as regras da nossa gramática. Comentários que não sejam sobre o assunto da matéria serão descartados. Ao postar um comentário, quer dizer que você concorda coma s regras acima. Obrigado.

© COPYRIGHT2018 CarPoint News - Todos os direitos reservados É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito