Coluna “De carro por a√≠” por Roberto Nasser

Postado em: 10, agosto 2018 por Roberto Nasser

Roda-a-Roda

Refer√™ncia ‚Äď Herbert Diess, presidente da marca Volkswagen, na apresenta√ß√£o dos resultados financeiros da espanhola Seat, sua controlada, saiu-se com comparativo curioso: com a entrada no mercado chin√™s, quer ve-la como a Alfa Romeo, come√ßando por elevar pre√ßos. Alfa hoje √© compar√°vel √†s vers√Ķes S da linha Audi, os mais caros dos sed√£s VW.

? ‚Äď Diess nominou as caracter√≠sticas da Alfa, e disse que o crescimento e margem econ√īmica da Seat superam a marca italiana.

Pretens√£o ‚Äď Nenhuma outra marca tem tanta hist√≥ria e tradi√ß√£o no emblema como a Alfa, e a compara√ß√£o parece gra√ßa sem gra√ßa. H√° quem lembre, Luca De Meo, presidente da Seat, era Menino de Ouro na ent√£o Fiat, e de l√° foi sa√≠do por Sergio Marchionne, capo de tutti capi √© √† √©poca n√ļmero 1 da marca. Compara√ß√£o presun√ßosa parece provoca√ß√£o p√≥stuma.

Mais ‚Äď Suzuki criou s√©rie especial do seu jipinho Jimny. Chama-a Desert e n√£o √© identificada por adesivos, rodas coloridas, bobagens afins, usuais caracter√≠sticas de fugazes edi√ß√Ķes.

Bom trabalho ‚Äď Aumento em 68mm da altura livre do solo, pneus maiores, 215x75x15, chapas protetoras para a mec√Ęnica inferior ‚Äď caixa de transfer√™ncia, bra√ßos da suspens√£o, amortecedores, al√©m de equipamento com mais fun√ß√£o visual e menos pr√°tica, o Snorkel.

O que – Leitor deve saber, uma trapizonga nascendo ao n√≠vel do teto, descendo, e trepanando o cofre do motor, como se o motorista fosse circular submerso a 2m. Coisa para enganar m√£e de mo√ßa mas, sem trocadilho, neste deserto de ve√≠culos sem habilidades extras e apenas penduricalhos em hatches metidos a SAVs e estes querendo ser vistos como SUVs, far√° a maior presen√ßa.

O Que ‚Äď Pintado em Bege Jizan √© dita como inspirada nas areias do deserto, mas Jizan √© cidade √† beira mar, pr√≥xima ao Yemen -, grade e far√≥is com acabamento cor grafite. Sua √≥tima capacidade off-road ‚Äď para a Coluna √© a melhor equa√ß√£o na proposta ‚Äď foi implementada. 100 unidades.

Por√©m ‚Äď Visto o pre√ßo, R$ 86 mil, mereceria denomina√ß√£o japonesa: Takaro.

Mais um ‚Äď GM apresentou vers√£o autom√°tica de seu sed√£ Cobalt. Tracionada pelo motor 1,8 L4, completa-o com dire√ß√£o eletricamente assistida e o multim√≠dia MyLink. Foca clientes dentre os submetidos √†s agruras do tr√Ęnsito brasileiro e PCD, Pessoas com Defici√™ncia, contempladas com desconto no IPI.

Caminho ‚Äď Poderia ter lan√ßado antes, mas optou adotar a Teoria da Manada, aguardando outros fabricantes tomar a iniciativa para, ent√£o, segui-los.

Retorno ‚Äď Fim das cotas de importa√ß√£o baixadas pela legisla√ß√£o do programa Inovar Auto acelera neg√≥cios dos importadores. Kia, maior deles, cresceu 46,3% relativamente ao primeiro semestre de 1967. Na pr√°tica licenciou 6.899 unidades, entre SUV Sportage e sed√£ Cerato. M√©dia do mercado foi 14,1%.

Tra√ßo ‚Äď Agrega√ß√£o √† Alian√ßa Renault-Nissan d√° impulso √† divis√£o automobil√≠stica da Mitsubishi. Empresa cooptou Alessandro Dambrosio, ex-designer chefe da Alfa Romeo. Quer dar tra√ßo, vigor, identidade visual a uma das marcas mais mal identificadas no setor.

Pr√© ‚Äď Dambrosio participou dos projetos Alfa 159, Giulietta, Mito. Ap√≥s, na Volkswagen, chamado pelo seu ex-chefe Walter 156 De Silva, trabalhou nos recentes Audi A4/A5; TT Sportback Concept e no SUV Bentley Bentaiga.

Situa√ß√£o ‚Äď Designer-chefe √© oportunidade de ouro a profissional do l√°pis deixar a marca de seu talento. N√£o s√£o empregos ef√™meros. Normalmente o escolhido cria as formas e personaliza os produtos por, pelo menos, duas gera√ß√Ķes de ve√≠culos.

Op√ß√£o ‚Äď Aparentemente a parte nip√īnica da Alian√ßa necessita socorro e apoio em estilo.  Nissan foi busca-los na Casa Pininfarina para acertar seu perform√°tico 370 Z, e  precisa fazer trabalho em todos os seus produtos -, indistintamente ruins em estilo. Mitsubishi acertou-se com o italiano ex-Alfa.

Confian√ßa ‚Äď Longo e cheio de percal√ßos em seu curso no √Ęmbito dos minist√©rios da Ind√ļstria e Com√©rcio, Planejamento e Fazenda, projeto Rota 2030 foi enviado ao Congresso para aprecia√ß√£o. Tra√ßa a regra de incentivos para a ind√ļstria de ve√≠culos e autope√ßas.

Corre√ß√Ķes ‚Äď No Legislativo, esperadas interven√ß√Ķes das fabricantes, montadoras e importadoras relativamente ao percentual de compensa√ß√Ķes nos investimentos em pesquisa e desenvolvimento, aparentemente ter√° curso curto.

Vatic√≠nio ‚Äď Racioc√≠nio est√° em declara√ß√£o do Presidente Temer, no congresso da Fenabrave,  entidade dos revendedores de ve√≠culos, ter√ßa-feira passada. L√°, turbinado por surpreendentes aplausos, declarou assinar√° a Lei √† abertura do Sal√£o do Autom√≥vel, novembro. Aparentemente combinou com os russos legisladores.

Ar ‚Äď F√°bricas de autom√≥veis buscam independer de energia el√©trica cara, produzido por hidroel√©tricas ou termogeradores. No Brasil Volkswagen tem duas represas gerando energia; Honda um parque de geradores e√≥licos. Toyota Argentina vai pelo mesmo caminho: acertou com a petroleira estatal YPF gera√ß√£o de energia el√©trica produzida por geradores e√≥licos.

Mit 20 ‚Äď De uma aposta no futuro, em munic√≠pio distante do centro produtor de auto pe√ßas, mas pr√≥ximo ao mercado de seu produto, os picapes 4×4, em 20 anos a Mitsubishi marcou sua hist√≥ria em Catal√£o, Go.

Vai – Nasceu com 14.000 m2 de √°rea coberta e, em 20 anos, chegou a  quase 20 vezes mais. Registro ins√≥lito, no meio de Goi√°s a empresa tem uma das tr√™s mais modernas instala√ß√Ķes de pintura no Brasil.

Gabarito ‚Äď Das muitas conquistas, o transformar o picape diesel em objeto-√≠cone de consumo; de ter sido pioneira no uso de turbo nos Mitsubishi; de dar morfologia aos picapes: diesel, cabine dupla, tra√ß√£o nas 4 rodas.

Sa√≠da – Para enfrentar o tabelamento dos fretes – e a impossibilidade de negociar -, a GM pensa em ter frota pr√≥pria de caminh√Ķes, tanto para recolher autope√ßas quanto para transportar carros O Km. A greve dos caminhoneiros e a incapacidade do governo em peitar e resolver, ficando ref√©m da categoria, d√° em excresc√™ncias como esta.

Respeito ‚Äď Governo ingl√™s quer incrementar o uso de combust√≠vel E10 ‚Äď gasolina com 10% de etanol. Mas em respeito ao 1,8M de ve√≠culos pr√© 1970 existente no pa√≠s, e para os quais considera a mistura incompat√≠vel, mante-la-√° dispon√≠vel at√© 2020.

Aqui ‚Äď Ao contr√°rio da respeitosa eleg√Ęncia inglesa, aqui, reflexo da maneira impositiva dos governos militares e seus sucessores, somada √† leni√™ncia brasileira, a gasolina vem misturada com t√£o elevada quanto desconhecida quantidade de √°lcool, e o governo nada pergunta sobre adequabilidade ou fazer danos nos ve√≠culos, novos ou antigos.

Imprensa  – Jeremy Clarkson, pol√™mico jornalista, brilhante em compara√ß√Ķes, h√°bil utilizador de adjetivos, em sua coluna mensal na revista 4 Rodas carrega de elogios a ca√ßamba do picape Toyota, mas critica a substitui√ß√£o de um comando mec√Ęnico por bot√Ķes e eletr√īnica para acionar tra√ß√£o nas 4 rodas e reduzida.

Tamb√©m ‚Äď Coluna tem criticado os fabricantes por isto. Servi√ßo duro n√£o permite as d√ļvidas do uso de complica√ß√Ķes el√©tricas e eletr√īnicas. Bot√£ozinho n√£o √© coisa s√©ria ou confi√°vel, mas boiolo-feminina.

Utilidade ‚Äď Mesma revista porta pequeno encarte patrocinado pela Fiat, o Guia do Test-Drive Perfeito, aulas sobre como avaliar ve√≠culos. Did√°tico, interessante, sem indicar seus carros, mas demonstrando claramente as novas qualidades dos novos Fiat.

Arax√° ‚Äď Renault confirmou e avisa de seu patroc√≠nio ao Brazil Classics Renault Show 2018, mais conhecido como Encontro de Arax√°, onde realizado. Mais elegante dentre os pululantes e descoordenados eventos antigomobil√≠sticos no Brasil, ocorrer√° entre os dias  05 a 09, setembro, feriado. Patroc√≠nio faz parte das comemora√ß√Ķes dos 120 anos da marca. Gracioso.

Autoclasica ‚Äď Sequ√™ncia de qualidade, depois do mais elegante evento antigomobil√≠stico brasileiro, ser√° a vez dos argentinos com o Autoclasica. √Č o maior dentre os da Am√©rica Latina, ocorrendo entre 12 e 15 de outubro em San Isidro, vizinha a Buenos Aires.

L√° – Brasileiros n√£o exp√Ķem, mas comparecem aos milhares. Entrada a 300 pesos ‚Äď uns R$  41,02. Para o dia 12, promo√ß√£o: dois t√≠quetes por 350 pesos ‚Äď circa

R$ 47,85.

Gente ‚Äď Fern√£o Silveira, comunic√≥logo, deixou a Ford ap√≥s um ano de servi√ßo. OOOO Jornalistas do setor, incontidos em r√≥tulos e carimbos, dizem-no o fugaz. OOOO

 

Tag Cloud

Deixe um comentario

(*) Campos obrigatórios
ATENÇÃO: Todos os comentários postados nesse site, terão que ser aprovados pelo moderador e não irá aparecer automaticamente. Não serão permitidos comentários ofensivos contra a marca e os leitores, como palavrões. O texto tem que ser digitado em letras minúsculas respeitando as regras da nossa gramática. Comentários que não sejam sobre o assunto da matéria serão descartados. Ao postar um comentário, quer dizer que você concorda coma s regras acima. Obrigado.

© COPYRIGHT2018 CarPoint News - Todos os direitos reservados É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito