Avaliação – Ford EcoSport Storm 2.0 16V 4WD Aut Flex 2019

Postado em: 25, maio 2018 por Marcus Lauria

Fotos: Marcus Lauria

Para se destacar na guerra dos SUVs e conquistar um lugar ao sol, a Ford não pensou duas vezes e lançou uma versão cheia de apetrechos e itens de série para chamar a atenção do consumidor desse tipo de veículo. Porém, pecou feio no preço, não que o valor cobrado não fuja dos valores dos concorrentes, o problema fica por conta do segmento que ele faz parte.

Trata-se do EcoSport Storm, nova versão do utilitário esportivo com tração 4WD e transmissão automática, que amplia a oferta da linha com uma configuração inédita na categoria. De acordo com a marca, essa versão extremamente aventureira foi desenvolvida especialmente para o mercado brasileiro, com características próprias e muita personalidade.

Por fora o EcoSport Storm chama a atenção pelos acessórios que agora são de série, como a nova grade dianteira e outros elementos inspirados na picape off-road F-150 Raptor, com o nome Storm em relevo, faróis de xênon com máscara negra, capa de estepe rígida na traseira, rodas de 17 polegadas, grafismos e outros detalhes exclusivos, incluindo a cor de lançamento do modelo que testamos, a marrom Trancoso.

O EcoSport Storm parece mais encorpado e realmente é maior que os outros modelos da linha: tem 88 mm a mais no comprimento (4.357 mm) e é 20 mm mais largo sem os espelhos (1.785 mm). As rodas de 17 polegadas com acabamento em prata Magnetic são um dos destaques para quem observa o Storm por fora.

A carroceria oferece quatro opções de cores, além do branco Ártico, prata Dublin e preto Bristol. Faixas escuras aplicadas no capô e nas laterais dão um toque de esportividade, junto com os espelhos retrovisores, maçanetas, rack e barras de teto na cor cinza Dark London.

Já por dentro destaca-se o painel “soft”, bancos de couro e teto escuros, criando um contraste bem interessante com os frisos em laranja acetinado estrategicamente posicionados na cabine. O EcoSport é bem confortável, transmite muita segurança ao volante e tem espaço de sobra para o motorista e passageiros, só o porta-malas que poderia ser um pouco maior para caber as malas de cinco ocupantes em caso de uma viagem mais longa.

A central multimídia SYNC 3 conta com tela capacitiva de 8 polegadas. Além de conectividade com Apple CarPlay e Android Auto, inclui comandos de voz para áudio, telefone e navegação com mapas do Brasil. 

Pensando sempre em ser o mais completa da categoria, a Ford não pestanejou em rechear o modelo de itens importantes tanto para a segurança tanto para o conforto, como sete airbags, controle de estabilidade com sistema anticapotamento, monitoramento de pressão dos pneus e teto solar elétrico.

Traz também faróis com luz diurna de LED e acendimento automático, acesso ao veículo sem chave com reconhecimento capacitivo, partida por botão, ar-condicionado automático digital, computador de bordo com tela de 4,2” no painel, câmera de ré, sensor de chuva, som premium da Sony com nove alto-falantes e porta-malas com sistema inteligente de bagagem.

O Storm é equipado com motor 2.0 Direct Flex de 176 cv – o mais potente da categoria –, e nova transmissão automática de seis velocidades com conversor de torque, deixando de lado a problemática e velha conhecida “PowerShift”. Seu sistema de tração 4WD funciona sem a necessidade de intervenção do motorista, distribuindo o torque entre as rodas, em pisos irregulares e de baixo atrito como lama, areia, rampas e chuva.

A transmissão automática de seis velocidades se caracteriza pela suavidade e bom escalanamento das marchas, com a opção de trocas por comandos no volante (Paddle Shift) para uma direção mais esportiva. A suspensão traseira com sistema independente Multilink e molas de rigidez progressiva melhora consideravelmente tanto o nível de vibração como a capacidade de absorção de impactos.

Com preço de lançamento de R$99.990, fica difícil chegar perto da concorrência, que tem muitas opções que se destacam por ter mais equipamentos de série e mais projeção no mercado. As suas três revisões anuais durante os 36 meses de garantia somam R$1.616, pelo sistema de preço fixo da Ford que garante transparência e tranquilidade. A maior diferença em favor do SUV da Ford é vista nas peças de manutenção não programada e de colisão. O custo desses itens chega a ser a metade, no primeiro caso, e quase cinco vezes menor neste último, quando comparado aos concorrentes mais caros.

*FICHA TÉCNICA:

Mecânica

Motorização 2.0

Combustível             Álcool            Gasolina

Potência (cv)            176     170

Torque (kgf.m)         22,5    20,6

Consumo cidade (km/l)      6,1      8,8

Consumo estrada (km/l)    8,3      12

Câmbio          automática com modo manual de 6 marchas

Tração           4×4

Direção          elétrica

Suspensão dianteira          Suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.

Suspensão traseira            Suspensão tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal.

Freios            Dois freios à disco com dois discos ventilados.

Dimensões

Altura (mm)   1.693

Largura (mm)           1.765

Comprimento (mm)             4.269

Peso (Kg)      1.359

Tanque (L)    52

Entre-eixos (mm)     2.519

Porta-Malas (L)        356

Ocupantes    5

*Dados do fabricante

 

Tag Cloud

Deixe um comentario

(*) Campos obrigatórios
ATENÇÃO: Todos os comentários postados nesse site, terão que ser aprovados pelo moderador e não irá aparecer automaticamente. Não serão permitidos comentários ofensivos contra a marca e os leitores, como palavrões. O texto tem que ser digitado em letras minúsculas respeitando as regras da nossa gramática. Comentários que não sejam sobre o assunto da matéria serão descartados. Ao postar um comentário, quer dizer que você concorda coma s regras acima. Obrigado.

© COPYRIGHT2018 CarPoint News - Todos os direitos reservados É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito