7 cidades bike-friendly que servem de inspiração para São Paulo

Postado em: 22, outubro 2014 por Marcus Lauria

Foto: Divulgação

A cidade de S√£o Paulo, que acaba de ganhar 109,4 km de vias exclusivas para o deslocamento de ciclistas, deve implementar um total de 400 quil√īmetros de ciclovias at√© o final de 2015. Com esse incentivo ao uso da bicicleta, o Instituto Brasileiro de Opini√£o P√ļblica e Estat√≠stica (IBOPE), por meio da pesquisa Mobilidade Urbana, estima que cresceu 50% o n√ļmero de pessoas que aderiram a pedalada e escolheram um entre os modelos de bicicletas urbanas e h√≠bridas dispon√≠veis no mercado.

S√£o Paulo est√° oferecendo cada vez mais op√ß√Ķes aos ciclistas, o que √© √≥timo para a sa√ļde dos paulistanos que optam por um transporte como a bike e para o meio ambiente. Apesar disso, ainda faltam algumas mudan√ßas e atitudes para estabelecer a maior cidade brasileira como uma cidade bike-friendly (amiga da bicicleta).

Enquanto em outras cidades autom√≥veis, bikes e √īnibus compartilham do tr√Ęnsito de forma harm√īnica, em S√£o Paulo ainda existe um certo conflito entre os diferentes tipos de transportes. Abaixo, veja 7 cidades bike-friendly ao redor do mundo que podem servir de inspira√ß√£o para a S√£o Paulo bike-friendly do futuro. Confira.

Amsterd√£ (Holanda)

De acordo com o The Copenhagenize Indez 2013 (índice que classifica as cidades segundo seus esforços para tornar a bicicleta um transporte mais viável), Amsterdã é a cidade mundial mais propícia ao uso da bicicleta. Graças à política municipal e nacional da Holanda que oferece infraestrutura e facilidades ao uso da bike, cerca de 40% dos deslocamentos na cidade são feitos com esse meio de transporte sustentável.

De acordo com dados da prefeitura de Amsterd√£, circulam pela cidade mais de 550 mil bicicletas, sendo que 85% dos holandeses com mais de 12 anos possuem uma. A capital da Holanda tem a maior taxa de ciclistas por habitantes do mundo.

Copenhagen (Dinamarca)

Hoje, 32% dos moradores de Copenhagen v√£o trabalhar de bicicleta diariamente, al√©m disso, a ‚Äúcultura da bike‚ÄĚ √© t√£o forte nessa cidade que √© poss√≠vel alugar uma bicicleta de gra√ßa (basta depositar uma moeda na retirada da bicicleta que, na hora de devolv√™-la, voc√™ recebe o mesmo valor de volta). A infraestrutura proporcionada pela capital da Dinamarca para andar de bike √©, ao mesmo tempo, pr√°tica e r√°pida.

Sevilha (Espanha)

Uma transformação ágil teve início em 2006 e implantou 80 km de ciclovias em apenas um ano. Se Sevilha tinha em 2006 apenas 0,5% da população andando de bike, agora são 7% usufruindo desse transporte sustentável. A mudança pela qual a cidade passou é considerada modelo por ter sido rápida, intensa e positiva. Será que São Paulo vai ter essa adesão também?

Bordeaux (França)

Nos √ļltimos cinco anos, Bordeaux investiu maci√ßamente no uso da bike. Ao contr√°rio de algumas cidades, onde o uso da bicicleta foi reduzido, Bordeaux construiu ciclovias e ciclofaixas que est√£o fazendo da cidade francesa uma verdadeira l√≠der quando o assunto √© referente √†s cidades mais bike-friendly do mundo.

Berlim (Alemanha)

Pelo The Copenhagenize Index 2013, Berlim √© considerada a oitava melhor cidade do mundo para andar de bicicleta. N√£o √† toa, a porcentagem de pessoas que andam de bicicleta na capital da Alemanha √© equivalente a 13%, um n√ļmero considerado √≥timo levando-se em considera√ß√£o o tamanho de Berlim.

Antuérpia (Bélgica)

Mais de 16% do transporte da cidade √© totalmente dedicado a bicicleta. Antu√©rpia √© uma das cidades mais integradas do mundo em termos de infraestrutura, uma vez que provou que conseguiria construir um n√ļmero suficiente de esta√ß√Ķes para comportar as tantas bikes usadas pelos cidad√£os dessa cidade da B√©lgica. Antu√©rpia √© uma inspira√ß√£o e tanto para cidades que desejam melhorar as condi√ß√Ķes para os usu√°rios das magrelas.

Rio de Janeiro (Brasil)

Voc√™ sabia que o Rio √© a 12¬™ melhor cidade do mundo para os ciclistas? Isso mesmo. Al√©m disso, a √ļnica cidade brasileira inclusa na lista do The Copenhagenize Index conta com a maior malha de ciclovias do Brasil e a segunda maior da Am√©rica Latina (perdendo apenas para Bogot√°, Col√īmbia). Quem conhece a Cidade Maravilhosa sabe que andar de bike pelo Rio √© uma verdadeira mania carioca.

Tag Cloud

Deixe um comentario

(*) Campos obrigatórios
ATENÇÃO: Todos os comentários postados nesse site, terão que ser aprovados pelo moderador e não irá aparecer automaticamente. Não serão permitidos comentários ofensivos contra a marca e os leitores, como palavrões. O texto tem que ser digitado em letras minúsculas respeitando as regras da nossa gramática. Comentários que não sejam sobre o assunto da matéria serão descartados. Ao postar um comentário, quer dizer que você concorda coma s regras acima. Obrigado.

© COPYRIGHT2018 CarPoint News - Todos os direitos reservados É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito