Algumas dicas simples para tornar mais seguras as viagens em grupo

Postado em: 29, outubro 2013 por Eduardo Azeredo

Fotos: Divulgação

Em meus frequentes passeios e viagens que faço pelas estradas do nosso Brasil tenho a oportunidade de observar de perto uma série de acontecimentos que me preocuparam, pois são coisas aparentemente simples, mas que podem ocasionar sérios acidentes.

O pior é que vários fatores levam a crer que grande parcela acaba sendo gerada por pura falta de conhecimento e experiência, e não só por imprudência. Por isso venho compartilhar agora uma parte do que precisa ser observado com mais atenção, especialmente em viagens de grupo.

√Č imprescind√≠vel combinar antes o roteiro, para que fique bem definido onde ser√£o os pontos de encontro, locais de parada e tudo mais. E uma dica a mais que dou √© que, para estradas com ped√°gio, todos deixem o dinheiro correspondente com o l√≠der, ou motociclista designado por ele, pois deste modo agiliza-se muito a passagem no momento de pagar.

Toda viagem em grupo tem que ser feita em forma√ß√£o, como na esquadrilha da fuma√ßa por exemplo. Isso permite que os indiv√≠duos estejam em dist√Ęncia segura entre si e possibilita uma boa margem para manobra e frenagem. As forma√ß√Ķes mais comuns s√£o em fila dupla (zig-zag) e em fila √ļnica. Particularmente prefiro em zig-zag, pois o ocupa-se toda a largura da faixa de rolamento, garantindo mais seguran√ßa ao pelot√£o.

Por falar em pelot√£o, h√° dois personagens indispens√°veis que precisam ser combinados no briefing da viagem, que s√£o o chamado ponta ou ponteiro, o l√≠der, se mantendo √† frente, com a responsabilidade de conduzir o grupo, e o ferrolho, que fechar√° o grupo. √Č obrigat√≥rio que seja definido quem ocupar√° esses dois cargos na viagem, pois a presen√ßa deles evita dispers√£o do pelot√£o. Um terceiro personagem, importante em grupos maiores, √© o batedor, ou ajudante de ferrolho, que se responsabiliza pela inibi√ß√£o da dispers√£o, quase que como um pastor de ovelhas, orientando o grupo pelas laterais, quando necess√°rio.

Uma a√ß√£o que tamb√©m √© indispens√°vel, n√£o s√≥ em grupo, mas no dia-a-dia, √© sinaliza√ß√£o e uso dos retrovisores. Antes de qualquer manobra, olhe com aten√ß√£o se n√£o vem ningu√©m e sinalize que far√° a manobra. √Č comum ter algu√©m mais lento atr√°s e aparentemente dar para fazer a ultrapassagem, mas e se o ve√≠culo de tr√°s resolver acelerar ao mesmo tempo? √Č batida, ou pelo menos um bom susto, na certa. Lembre-se que sempre poder√° ter algu√©m mais r√°pido que voc√™. Sinalize sempre, mesmo que para uma simples mudan√ßa de faixa.

Em um grupo a defini√ß√£o da velocidade √© sempre pelo componente mais lento, e o ponteiro deve estar atento a isso. √Č comum parte do grupo querer dar uma estilingada, mas nunca se deve deixar dispersar. A conduta ideal √© separar em dois pelot√Ķes, sendo um dos mais velozes e o dos mais lentos, cada um com seu ponteiro e ferrolho, ou ent√£o um pelot√£o s√≥ e quem quiser dar uma acelerada √© s√≥ sair do bonde, dar a sua estilingada e parar mais √† frente, no acostamento, √† espera da passagem do pelot√£o, voltando ao mesmo.

Só faça uma ultrapassagem se você for se manter mais rápido que o indivíduo ultrapassado. Vi muitos casos em que um motociclista ultrapassou outro e depois freou, inclusive em curva, o que é mais preocupante e inadmissível. Para o indivíduo ultrapassado o pensamento é de que você está estilingando e permanecerá acelerando. Não vai esperar uma frenagem, que se ocorrer poderá resultar em batida e/ou queda.

Para aqueles motociclistas aspirantes a pilotos de motovelocidade, o mais recomendado √© que andem em aut√≥dromos, tendo em vista a s√©rie de riscos que temos nas estradas, especialmente no que diz respeito a sujeiras na pista. √Č comum ter √≥leo ou areia no asfalto, e pegar um desses em uma curva pode ser fatal. Aten√ß√£o especial em estradas com obras, pois a entrada e sa√≠da de caminh√Ķes e tratores deixa enormes rastros de detritos escorregadios. Por melhor que seja seu conjunto de pneus, pisar na areia ou √≥leo… n√£o h√° habilidade que segure, amigo, √© ch√£o!

Seguindo essas dicas b√°sicas e sempre mantendo o respeito √†s pessoas presentes na estrada, al√©m do foco na pilotagem, a viagem do seu grupo tender√° a trazer somente boas recorda√ß√Ķes e belas hist√≥rias para contar.

Tag Cloud

Deixe um comentario

(*) Campos obrigatórios
ATENÇÃO: Todos os comentários postados nesse site, terão que ser aprovados pelo moderador e não irá aparecer automaticamente. Não serão permitidos comentários ofensivos contra a marca e os leitores, como palavrões. O texto tem que ser digitado em letras minúsculas respeitando as regras da nossa gramática. Comentários que não sejam sobre o assunto da matéria serão descartados. Ao postar um comentário, quer dizer que você concorda coma s regras acima. Obrigado.

© COPYRIGHT2018 CarPoint News - Todos os direitos reservados É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito