Avaliação РChevrolet Trailblazer LTZ 3.6 V6 LTZ 4WD (Aut) 2013

Postado em: 10, maio 2013 por Marcelo Silva

Fotos: Marcus Lauria

A Chevrolet Blazer foi lan√ßada no Brasil em 1995, derivada da picape S10, dotada de um valente motor 2.2 de 106 cv, mas apenas no ano seguinte o SUV ganharia vers√Ķes diesel (98 cv) e V6 (180 cv). Hoje em dia tudo est√° diferente, o porte √© maior, o nome ganhou um sufixo ‚Äútrail‚ÄĚ e os motores agora rendem 180 cv no caso do diesel e 239 cv no caso do V6. Um bel√≠ssimo upgrade.

Nas semelhan√ßas com a finada Blazer, apenas a deriva√ß√£o da S10 e o chassi apoiado em longarinas, na contram√£o dos SUVs mais modernos que apostam na carroceria monobloco. Se considerarmos que o maior alvo da Trailblazer √© a SW4, esse quesito resulta em empate.¬† A vers√£o que avaliamos conta com um belo motor V6 3.6 com comando de v√°lvulas vari√°vel, apoiado por uma transmiss√£o autom√°tica de seis velocidades e tra√ß√£o traseira/integral com acionamento eletr√īnico, al√©m da reduzida.

O interior composto por couro creme nos bancos agrada a um primeiro contato, bem como o latif√ļndio de espa√ßo para sete passageiros. Caso a fam√≠lia n√£o seja t√£o grande, cinco viajam com conforto de sobra no SUV, com sobra de espa√ßo para pernas e cabe√ßa, al√©m de um porta-malas de 878 litros. Na ocasi√£o de uso dos banquinhos ‚Äúna cozinha‚ÄĚ, tenha em mente que apenas crian√ßas (ou a sua sogra) merecem ficar por l√°, afinal o espa√ßo √© restrito para os p√©s. Vai viajar sozinho com a patroa? S√£o 1.830 litros de espa√ßo com os bancos rebatidos, d√° para dispensar a barraca de camping e acampar dentro do carro.

√Č uma pena que o acabamento do modelo n√£o seja condizente com o pre√ßo pago por ele. Para citar alguns exemplos, o interior √© povoado por pl√°stico duro por todos os lados e n√£o h√° requinte nos pain√©is de porta ou acabamento do teto. H√° tamb√©m alguns contrastes desnecess√°rios, como o banco do motorista com amplo ajuste el√©trico e a coluna de dire√ß√£o regul√°vel apenas em altura. Ou ainda o ar-condicionado com sa√≠da para os passageiros de tr√°s, mas sem regulagem autom√°tica de temperatura.

Meu primeiro contato com o modelo foi em um engarrafamento cruel, aonde os bancos confortáveis e o bom sistema de som me mantiveram isolado do caos no exterior. Apesar disso, os 4.88 m de comprimento por 1.90 m de largura (sem contar os retrovisores) do carro me faziam contribuir para o caos, seja pelo espaço descomunal que eu ocupava, seja pelos motoristas e pedestres que perdiam o rumo observando o tamanho do SUV, ainda raro nas ruas devido às vendas discretas. E, graças aos 2.087 kg de massa e à fome dos 239 cavalos, o computador de bordo registrou um consumo obsceno de 2,3 km/l de gasolina, deixando claro que, na cidade, a Trailblazer é um peixe fora d’água.

CONTINUA NA P√ĀGINA 2

Paginas: 1 2 3

Tag Cloud

Deixe um comentario

(*) Campos obrigatórios
ATENÇÃO: Todos os comentários postados nesse site, terão que ser aprovados pelo moderador e não irá aparecer automaticamente. Não serão permitidos comentários ofensivos contra a marca e os leitores, como palavrões. O texto tem que ser digitado em letras minúsculas respeitando as regras da nossa gramática. Comentários que não sejam sobre o assunto da matéria serão descartados. Ao postar um comentário, quer dizer que você concorda coma s regras acima. Obrigado.

© COPYRIGHT2018 CarPoint News - Todos os direitos reservados É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito