Avaliação РChevrolet Aveo G3 LT 2012

Postado em: 11, dezembro 2012 por Marcelo Silva

Montevideo, Uruguai РEm uma viagem de férias para o Uruguai, escolhi alugar e avaliar um Chevrolet Aveo, carro que nunca foi vendido em solo brasileiro, mas possui características similares a muitos modelos que estamos acostumados. No posicionamento de mercado e preço, o Aveo G3 é similar ao Cobalt, já que ambos estão posicionados um patamar abaixo do Sonic Sedã (que é a evolução natural do Aveo). O Aveo G3 foi lançado em 2012 como um face-lift do Aveo original, que oferecia um visual pouco moderno em relação aos novos carros da Chevrolet. Mas afinal, será que o carro teria lugar em nosso mercado?

Fabricado no M√©xico, o Aveo G3 √© vendido no Uruguai em duas vers√Ķes, LS e LT, ambas equipadas com um motor 1.6 16V E-TEC II √† gasolina, que rende 103 cv @ 5800 rpm de pot√™ncia e entrega 14,8 kgfm @ 3600 rpm de torque. S√£o n√ļmeros t√≠midos em rela√ß√£o aos motores 1.6 √† venda no Brasil. E isso se traduz em certa morosidade no tr√Ęnsito, aonde o motor s√≥ mostra for√ßa para puxar os 1.310 kg do carro assim que o conta-giros belisca as 4.000 rota√ß√Ķes. Acima desse valor o ronco do motor invade a cabine, e a condu√ß√£o fica mais alegre.

Logo ao entrar no carro, nota-se o excelente conforto dos largos bancos, que apoiaram meu corpo de medidas generosas sem dificuldade. O espaço interno também é bom, inclusive nos bancos traseiros, aonde pude apoiar muito bem pernas e cabeça. Já no acabamento, o Aveo G3 é um carro de contrastes nessa versão mais completa. Nota-se isso pelo belo rádio com capacidade para 6-CDs no painel, mas a contrapartida vem no ajuste dos retrovisores, que é manual. Os bancos são apaixonantes, típicos de modelos premium, mas não existe regulagem de altura do assento, nem dos apoios de cabeça. Computador de bordo? Bluetooth? Nem em sonho.

Os pl√°sticos do interior s√£o duros, por todo lugar, mas s√£o de boa qualidade e bem encaixados. Nas portas h√° dupla veda√ß√£o de borracha, o que permite um rodar silencioso. A posi√ß√£o de dirigir √© um pouco alta para o meu gosto, mas o conforto em viagens longas √© muito bom. O conforto ac√ļstico tamb√©m est√° em um alto n√≠vel, visto que rodando a 110 km/h nas estradas de concreto do Uruguai, n√£o se ouve ru√≠do dos pneus com o solo ou ru√≠do aerodin√Ęmico. Uma falha aerodin√Ęmica interessante est√° na antena pouco r√≠gida, que no modelo avaliado come√ßava a bater forte no teto do carro acima de 130 km/h, funcionando como um tipo de alerta de velocidade bem r√ļstico.

Mas esse barulho da antena pouco era ouvido, visto que o Aveo G3 √© um carro de suspens√£o macia e alta, feito para ser conduzido com suavidade. Nas ondula√ß√Ķes da estrada o carro flutua um pouco, e sofre muito com o efeito dos ventos laterais, que chegam a desviar o sed√£ da trajet√≥ria.  Em curvas mais fechadas a carroceria inclina muito, e o limite chega bem cedo, fazendo o carro escapar de frente, mas n√£o √© dif√≠cil traz√™-lo de volta. Em caso de necessidade, os freios estancam com facilidade e o ABS entra muito suave, ajudado por pedais de √≥tima progressividade. O trabalho da suspens√£o e freios √© ajudado por excepcionais pneus 185/55 R15 Firestone Firehawk GTV assim√©tricos.

Na cidade, o motor 16V mostra boa elasticidade, reagindo de forma honesta em baixos giros. A suspens√£o macia aqui mostra vantagem, realizando boa absor√ß√£o das imperfei√ß√Ķes. Sua dire√ß√£o leve √© ideal para deslizar pelo tr√Ęnsito, bem como para manobras. A visibilidade √© prejudicada por retrovisores laterais ruins, que nunca ficam na posi√ß√£o ideal. O c√Ęmbio tem p√©ssimos engates e lembra o c√Ęmbio do Renault Clio nacional, inclusive nas trepida√ß√Ķes quando o carro acelera, e acaba por sabotar a macia embreagem de bom curso. E a marcha-a-r√© tem vontade pr√≥pria, s√≥ entra quando quer.

Rodamos 600 km no total, e ao abastecer o carro com a caríssima gasolina uruguaia (quase R$ 3,90 por litro), pude verificar uma das melhores características do Aveo G3, que foi seu consumo combinado de 16,5 km/l, sendo que em momento algum eu desliguei o ar-condicionado ou andei de forma suave com o carro. O preço do carro no Uruguai começa em 19,990 USD para o modelo LS e chega a 22,590 USD na versão LT testada.

Mas enfim, respondendo à pergunta do início do texto, pode-se concluir que o Aveo G3 não tem espaço no mercado nacional atualmente. Se tivesse sido lançado há alguns anos atrás, talvez sim, mas hoje não. O Cobalt é mais moderno, mais espaçoso e mais gostoso de dirigir, mesmo na versão 1.4. E em breve o Onix ganhará uma versão sedã, que removerá totalmente qualquer nicho de mercado para o Aveo G3, que no geral, não deixa de ser um bom carro.
CONTINUA NA P√ĀGINA 2

Paginas: 1 2

Tag Cloud

Deixe um comentario

(*) Campos obrigatórios
ATENÇÃO: Todos os comentários postados nesse site, terão que ser aprovados pelo moderador e não irá aparecer automaticamente. Não serão permitidos comentários ofensivos contra a marca e os leitores, como palavrões. O texto tem que ser digitado em letras minúsculas respeitando as regras da nossa gramática. Comentários que não sejam sobre o assunto da matéria serão descartados. Ao postar um comentário, quer dizer que você concorda coma s regras acima. Obrigado.

© COPYRIGHT2018 CarPoint News - Todos os direitos reservados É proibida a reprodução de conteúdo deste site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico, sem autorização por escrito